Quarentena em todo o mundo muda movimentação da crosta terrestre
Créditos: Nature

Quarentena em todo o mundo muda movimentação da crosta terrestre

Geocientistas se aproveitam de diminuição do ruído sísmico para coletar dados mais precisos

A quarentena ao redor de todo mundo que foi instituída por causa da pandemia do Covid-19 está tendo efeitos até mesmo na movimentação da crosta terrestre. Geocientistas notaram que tem havido uma redução no ruído sísmico nos últimos tempos, que é aquele barulho causado pela vibração da Terra.

02/04/2020 às 10:45
Notícia

Imagens capturadas com drones mostram cidades do mundo todo e...

Rodovias, ruas e praças antes extremamente movimentadas estão vazias

Esses sons podiam ser medidos por sismógrafos, o que significa que a ausência deles pode ser positiva para o trabalho de geocientistas. Segundo a revista científica Nature, essa redução pode permitir que os pesquisadores detectem terremotos de menor escala e tenham maior facilidade no monitoramento de atividade vulcânica e de outros eventos sísmicos.

Os ruídos sísmicos só tendem a diminuir nesse nível por períodos muito breves de tempo, geralmente na véspera de Natal. Isso acontece quando há menos veículos transitando na rua e menos equipamentos operando nas indústrias.

Como aponta a reportagem, os efeitos de fontes individuais de som até são pequenos. Porém, juntos, todos os carros e máquinas industriais produzem um barulho de fundo significativo, o que reduz a possibilidade de detecção de outros sinais nessa mesma frequência.

De acordo com o Observatório Real da Bélgica, as vibrações causadas por atividade humana caíram em um terço desde que foram implementadas medidas de distanciamento social no país.


Fonte: Nature

Essas mudanças incluem o fechamento de escolhas, restaurantes e outros ambientes públicos no dia 14 de março e o banimento de todo transporte não essencial  no dia 18 de março.

Caso essa quarentena se estenda pelos próximos meses, isso significa que os sismógrafos localizados em cidades terão uma precisão maior do que a normal. Isso pode ser útil para detectar tremores secundários decorrentes de terremotos e a sua localidade.

Continua após a publicidade

Também será útil para os cientistas que estudam as consequências de tremores a partir de sinais secundários, como, por exemplo, ondas quebrando na praia.

Efeitos similares foram sentidos ao redor do mundo. A estudante de geofísica do Instituto de Tecnologia da Califórnia, Celeste Labedz, também notou uma considerável redução no ruído sísmico, dizendo que a queda é "impressionante".

Via: Nature
User img

Carlos Felipe

Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou parao PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.