Apple pode reduzir custos de produção ao trocar chips Intel por ARM nos Macs

Apple pode reduzir custos de produção ao trocar chips Intel por ARM nos Macs

Análise de especialista aponta um gasto entre 40% e 60% menor para a empresa

O analista Ming-Chi Kuo fez uma previsão de que a Apple deve começar a substituir seus notebooks Mac com chips Intel por chips ARM, componentes que possuem preço menor e que, eventualmente, vão reduzir o custo de produção dos produtos. De acordo com seus cálculos, a substituição da Intel por CPUs ARM do próprio design da Apple deve fornecer à empresa uma economia de custo significativa, bem como o desempenho esperado e mais qualidade de vida para a bateria.

24/03/2020 às 11:02
Notícia

Apple doa milhões de máscaras N95 para hospitais dos EUA e Eu...

Empresa está realizando ações para diminuir impacto do Covid-19

O analista estima que o preço que a Apple paga pela CPU deverá cair de 40 a 60% com essa substituição, abandonando componentes Intel. Essas economias de custo são importantes para a Apple manter preços baixos em seus laptops, como o MacBook Air.

Kuo já havia previsto que o primeiro Mac com ARM chegaria no quarto trimestre deste ano. Ele também diz que mais Macs devem fazer a transição para CPUs ARM em 2021 (incluindo desktops da marca) com a Apple adotando uma "estratégia agressiva de substituição de processadores".

Atualmente a Apple conta com o controlador USB integrado no chipset Intel. Com a substituição, a Apple terá que adquirir esse controlador de outra empresa. Acredita-se que o próximo fornecedor da Apple possa ser uma fabricante chamada ASMedia.

Para 2020 e 2021, a Apple continuaria a suportar as velocidades USB 3.1 existentes. A partir de 2022, a ASMedia forneceria controladores USB 4 de última geração para uma taxa de transferência de E / S ainda mais rápida.

Ming-Chi Kuo é analista da TF International Securities, um grupo de serviços financeiros na região Ásia-Pacífico. Ele reúne informações de seus contatos na área de suprimentos asiática da Apple, traduzindo as informações que recolhe em notas de pesquisa para clientes.

Via: 9to5mac
User img

Mariela Cancelier

Jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), fui estagiária do Adrenaline/Mundo Conectado entre 2015 e 2017. Gosto de jogos de luta (o que marcou minha infância foi Tekken 4) e MOBAs. Atualmente sou colaboradora de ambos sites e apareço de vez em quando em alguns vídeos e reviews dos canais.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.