Pesquisadores da Austrália estão trabalhando em drones para detecção do Coronavírus
Créditos: Thomas Griesbeck

Pesquisadores da Austrália estão trabalhando em drones para detecção do Coronavírus

Drone poderá monitorar a temperatura e a frequência cardíaca e respiratória, e detectar quando alguém espirrar ou tossir

Pesquisadores da Universidade do Sul da Austrália (UniSA) estão desenvolvendo em parceria com a empresa canadense Draganfly um “drone para pandemias” capaz de monitorar e detectar remotamente pessoas com doenças respiratórias infecciosas, como a causada pelo Coronavírus (COVID-19).

24/03/2020 às 16:10
Notícia

DJI explica como drones ajudam no combate ao Covid-19

Aeronaves auxiliam na entrega de suprimentos, esterilização de ambientes públicos, verificação de tem...

O drone será equipado com um sensor especializado e um sistema de visão computacional que pode monitorar a temperatura e a frequência cardíaca e respiratória. Ele também pode detectar pessoas espirrando e tossindo em multidões, escritórios, aeroportos, navios de cruzeiro, casas de repouso para idosos e outros lugares onde grupos de pessoas podem trabalhar ou se reunir.

A equipe da UniSA liderada pelo Professor Javaan Chahl está trabalhando com a Draganfly para começar a integrar imediatamente a tecnologia em drones para clientes comerciais, médicos e governamentais. Professor Chahl, Dr. Ali Al-Naji e Asanka Perera receberam reconhecimento global em 2017 quando demonstraram algoritmos de processamento de imagens que poderiam detectar a frequência cardíaca de humanos a partir de vídeos capturados por drones.

Desde então, eles têm demonstrado que a frequência cardíaca e a frequência respiratória de pessoas podem ser medidas com alta precisão a 5-10 metros de distância usando drones e a até 50 metros de distância com câmeras fixas. Eles também desenvolveram algoritmos que podem interpretar certas ações humanas, como espirrar e tossir.

Pesquisadores da Austrália estão trabalhando em drones para detecção do Coronavírus
Drone pode monitorar a temperatura e a frequência cardíaca e respiratória

O Professor acredita que esta tecnologia pode ser uma ferramenta de triagem viável durante a pandemia de COVID-19: "Ela pode não detectar todos os casos, mas pode ser uma ferramenta confiável para detectar a presença da doença em um lugar específico ou em um grupo de pessoas."

O professor Chahl disse que a tecnologia foi originalmente pensada para uso em zonas de guerra e de desastres naturais, bem como para monitorar remotamente as frequências cardíacas de bebês prematuros em incubadoras.

Já o CEO da Draganfly, Cameron Chell, disse que sua empresa usará sua experiência em sensores, software e engenharia para trabalhar com a UniSA para integrar e implantar a tecnologia em drones para clientes governamentais, médicos e comerciais.

Fonte: DroneDJ, Universidade do Sul da Austrália (UniSA)
User img

Fabio Rosolen

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.

Xiaomi FIMI X8 SE (2020)

Xiaomi FIMI X8 SE (2020)

Confira a ficha técnica


Austrália introduzirá o registro e credenciamento de drones

Austrália introduzirá o registro e credenciamento de drones

O registro precisará ser renovado a cada 12 meses


Imagens capturadas com drones mostram cidades do mundo todo em quarentena

Imagens capturadas com drones mostram cidades do mundo todo em quarentena

Rodovias, ruas e praças antes extremamente movimentadas estão vazias


Cardiogram para o Apple Watch agora consegue detectar se o seu corpo enfrenta um vírus

Cardiogram para o Apple Watch agora consegue detectar se o seu corpo enfrenta um vírus

Update no aplicativo detecta batidas aceleradas do coração durante o sono


Google cancela brincadeiras de 1º de abril por causa da pandemia de Coronavírus

Google cancela brincadeiras de 1º de abril por causa da pandemia de Coronavírus

Empresa pediu para que seus gerentes garantam que nenhuma seja divulgada na internet