Netflix reduz qualidade de streaming de vídeos no Brasil
Créditos: Thibault Penin

Netflix reduz qualidade de streaming de vídeos no Brasil

Medida visa evitar a sobrecarga da rede

Assim como já fez na Europa, a Netflix reduziu a qualidade de streaming de vídeos no Brasil. A medida visa evitar a sobrecarga da rede, já que muitas pessoas estão em casa usando o serviço de streaming por longos períodos por causa do surto de Coronavírus (COVID-19).

21/03/2020 às 11:24
Notícia

Covid-19: Netflix e YouTube reduzirão qualidade de streaming ...

Medida vem para evitar uma quebra nos serviços de internet devido ao consumo histórico de dados

A redução nos bitrates dos vídeos deve reduzir o tráfego de dados em cerca de 25%. É importante destacar que isto não afeta a resolução dos vídeos. De acordo com o comunicado da Netflix, “quem pagou por ultra-alta definição (UHD), alta definição (HD) ou definição padrão (SD) continuará recebendo conteúdo nestas resoluções”.

A redução nos bitrates no Brasil começou na noite do dia 23 de março e afetará o serviço para os usuários em todo o país nos próximos dias. O serviço deve ficar com bitrate reduzido por pelo menos 30 dias.

Além da Netflix, serviços de vídeo como YouTube, Amazon Prime Video, AppleTV+ também passaram a reduzir a qualidade de transmissão na Europa. Já no Brasil o serviço Globoplay confirmou no último domingo a redução da qualidade de seus vídeos – neste caso eles terão a resolução reduzida de 1080p (Full HD) e 4K (Ultra HD) para 720p (HD).

Netflix reduz qualidade de streaming de vídeos no Brasil
Assim como já fez na Europa, a Netflix reduziu a qualidade de streaming de vídeos no Brasil

A Netflix diz que com a redução nos bitrates dos vídeos, ela espera “manter a qualidade do serviço para os assinantes ao mesmo tempo em que apoia os provedores que enfrentam uma tensão sem precedentes em suas redes”.

No caso da Amazon, ela disse que quer manter um bom equilíbrio entre qualidade de vídeo e bitrate para garantir uma boa experiência para seus clientes sem colocar mais pressão nas redes dos provedores. Já o YouTube, que atualmente possui a maior biblioteca de conteúdo em 4K, passou a oferecer os vídeos em definição padrão (SD) na Europa.

Fonte: Link, Netflix
User img

Fabio Rosolen

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.

Além do coronavírus: drones realizam entregas e coletas de exames pelo mundo

Além do coronavírus: drones realizam entregas e coletas de exames pelo mundo

Iniciativa tem se popularizado em diversos países; tendência é de adesão cada vez maior


Microsoft deve adiar Surface Neo e Windows 10X para 2021

Microsoft deve adiar Surface Neo e Windows 10X para 2021

O sistema operacional otimizado para duas telas só deve chegar no ano que vem por causa da pandemia


Hackers estão explorando a pandemia para invadir computadores e roubar dados

Hackers estão explorando a pandemia para invadir computadores e roubar dados

Autoridades do Reino Unido e EUA alertam sobre mensagens falsas


Adolescente cria um dos sites mais acessados do mundo sobre COVID-19

Adolescente cria um dos sites mais acessados do mundo sobre COVID-19

O garoto de 17 anos chegou a negar uma oferta de U$8 milhões por espaço publicitário no portal


Disney+ alcança mais de 50 milhões de assinantes em apenas 5 meses

Disney+ alcança mais de 50 milhões de assinantes em apenas 5 meses

A Índia representa quase 20% dos usuários pagantes da plataforma