Depois de Netflix e YouTube, Apple e Amazon Prime reduzem qualidade de streaming na Europa
Créditos: Wccftech

Depois de Netflix e YouTube, Apple e Amazon Prime reduzem qualidade de streaming na Europa

Redução deve ajudar a reduzir o risco de sobrecarga da rede

Os serviços de streaming de vídeo Amazon Prime Video e Apple TV+ reduziram a qualidade de streaming na Europa em resposta ao pedido da União Europeia, que quer evitar a sobrecarga da rede.

Como muitos usuários precisam ficar em casa por causa do surto de Coronavírus (COVID-19), serviços como Netflix, YouTube, Amazon Prime Video e Apple TV+ estão sendo usados com mais frequência e por mais tempo, o que está sobrecarregando a conectividade com a internet na Europa.

21/03/2020 às 11:24
Notícia

Covid-19: Netflix e YouTube reduzirão qualidade de streaming ...

Medida vem para evitar uma quebra nos serviços de internet devido ao consumo histórico de dados

A Netflix foi uma das primeiras empresas a responder ao pedido da UE e reduziu sua qualidade de streaming de vídeo em 25% por 30 dias. A empresa conseguiu isso reduzindo bitrates em suas transmissões de vídeo e não sua resolução.

Enquanto isso, o YouTube, o maior serviço de streaming de vídeo do mundo, reduziu a qualidade de todos os seus vídeos para a definição padrão na Europa. Esta é uma abordagem muito agressiva, mas bem-vinda, já que o YouTube serve a maior biblioteca de conteúdo em 4K.

Depois de Netflix e YouTube, Apple e Amazon Prime reduzem qualidade de streaming na Europa

Embora o Apple TV+ não tenha o mesmo número de espectadores que o Netflix ou o YouTube, ele também transmite conteúdo em 4K com HDR, o que consome grandes quantidades de dados. A Apple reduziu a qualidade de suas transmissões, mas o resultado é o pior de todos os serviços de streaming – os vídeos ficaram muito pixelados e isto pode fazer com que os usuários optem por outros serviços.

O serviço Amazon Prime Video também reduziu os bitrates de todo seu catálogo na Europa. A empresa está tentando manter um equilíbrio entre qualidade de vídeo e bitrate para garantir uma experiência agradável para seus clientes.

Dados do Financial Times dizem que a Itália teve grande um aumento no uso da internet por causa do surto de Coronavírus. O aumento do uso de chamadas de vídeo, jogos online e serviços de streaming de vídeo resultou em um aumento de 75% no tráfego de rede. O Facebook também informou que o uso de aplicativos WhatsApp e Messenger mais do que dobrou durante no país.

Fonte: Wccftech
User img

Fabio Rosolen

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.

Intel se compromete a investir US$ 50 milhões para combater a Covid-19

Intel se compromete a investir US$ 50 milhões para combater a Covid-19

Empresa buscará acelerar pesquisas científicas e facilitar acesso de tecnologias a pacientes


Vacina contra o Coronavírus financiada por Bill Gates está pronta para testes em humanos

Vacina contra o Coronavírus financiada por Bill Gates está pronta para testes em humanos

40 voluntários foram selecionados para os testes


Correios anuncia armazenamento de encomendas durante decretos contra COVID-19

Correios anuncia armazenamento de encomendas durante decretos contra COVID-19

Empresa diz que não fará novas tentativas de entregas por enquanto


Multilaser lança novas smart TVs no Brasil com preços a partir de R$ 1.099

Multilaser lança novas smart TVs no Brasil com preços a partir de R$ 1.099

Elas incluem aplicativos como YouTube, Prime Video e Netflix já pré-instalados


Novos controles parentais da Netflix incluem perfis protegidos por PIN

Novos controles parentais da Netflix incluem perfis protegidos por PIN

As mudanças estão disponíveis já a partir desta terça-feira