Netflix explica como está reduzindo sua qualidade de streaming
Créditos: Guru3d

Netflix explica como está reduzindo sua qualidade de streaming

Empresa mantém as mesmas opções de resolução, mas vídeos têm bitrate reduzido

O consumo de dados cresceu abruptamente nos últimos meses devido ao Covid-19, algo que tem preocupado provedoras de internet em todo o mundo. Na Europa, Neflix e YouTube foram pressionadas por autoridades para que tomassem uma medida preventiva, impedindo que os serviços de internet sofram algum colapso e parem de funcionar. As duas empresas responderam rapidamente e agora a Netflix dá maiores esclarecimentos aos seus consumidores sobre o que podem esperar disso.

Operadoras de internet estão ampliando
seus limites de dados, revela DE-CIX

Consumidores e operadoras ficaram em dúvida sobre o que exatamente significaria o corte em qualidade de streaming quando a Netflix anunciou que faria mudanças. A explicação dada agora é bastante simples, todas as resoluções serão mantidas para os pacotes vendidos, Ultra High Definition (UHD), High Definition (HD) e Standard Definition (S), mas há um porém. Basicamente, a mesma resolução continuará sendo entregue, mas os vídeos terão bitrate reduzido. Nos próximo 30 dias a largura de banda será reduzida em 25%, clientes acostumados em qualidades mais altas poderão perceber que algo está diferente, mas ainda estarão assistindo na mesma resolução paga à empresa. Essa medida já está sendo tomada na Europa e Estados Unidos.

De acordo com a Netflix, países da América Latina também estão fazendo pressão para que aconteça a mesma redução, mas não houve uma decisão única. Por aqui, algumas provedoras pedem uma redução na largura de banda o mais rápido possível e outras não querem mudança. Isso acontece porque as operadoras aqui têm redes estabelecidas de maneiras diferentes e exigem soluções diferentes.

A companhia aproveita para ressaltar que tem muita experiência técnica no serviço de streaming, sendo pioneira em diversos programas e dá uma solução para o problema. Provedoras poderão reduzir em 25% a qualidade como foi feito na Europa ou manter o fornecimento de dados da maneira como é normalmente.

Via: Guru3d

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.

Resultados de testes do COVID-19 também serão entregues via smartphone

Resultados de testes do COVID-19 também serão entregues via smartphone

Ministério da Saúde está investindo no aplicativo Coronavírus-SUS, que tem atendimento automático, informações verificadas, alertas de surtos e mais


Quarentena em todo o mundo muda movimentação da crosta terrestre

Quarentena em todo o mundo muda movimentação da crosta terrestre

Geocientistas se aproveitam de diminuição do ruído sísmico para coletar dados mais precisos


Download de jogos mobile cresce 30% durante quarentena do Covid-19

Download de jogos mobile cresce 30% durante quarentena do Covid-19

Apenas no mês de março, foram baixados mais games para celulares do que no Q4 de 2019


Imagens capturadas com drones mostram cidades do mundo todo em quarentena

Imagens capturadas com drones mostram cidades do mundo todo em quarentena

Rodovias, ruas e praças antes extremamente movimentadas estão vazias


Google cancela brincadeiras de 1º de abril por causa da pandemia de Coronavírus

Google cancela brincadeiras de 1º de abril por causa da pandemia de Coronavírus

Empresa pediu para que seus gerentes garantam que nenhuma seja divulgada na internet