Netflix explica como está reduzindo sua qualidade de streaming
Créditos: Guru3d

Netflix explica como está reduzindo sua qualidade de streaming

Empresa mantém as mesmas opções de resolução, mas vídeos têm bitrate reduzido

O consumo de dados cresceu abruptamente nos últimos meses devido ao Covid-19, algo que tem preocupado provedoras de internet em todo o mundo. Na Europa, Neflix e YouTube foram pressionadas por autoridades para que tomassem uma medida preventiva, impedindo que os serviços de internet sofram algum colapso e parem de funcionar. As duas empresas responderam rapidamente e agora a Netflix dá maiores esclarecimentos aos seus consumidores sobre o que podem esperar disso.

Operadoras de internet estão ampliando
seus limites de dados, revela DE-CIX

Consumidores e operadoras ficaram em dúvida sobre o que exatamente significaria o corte em qualidade de streaming quando a Netflix anunciou que faria mudanças. A explicação dada agora é bastante simples, todas as resoluções serão mantidas para os pacotes vendidos, Ultra High Definition (UHD), High Definition (HD) e Standard Definition (S), mas há um porém. Basicamente, a mesma resolução continuará sendo entregue, mas os vídeos terão bitrate reduzido. Nos próximo 30 dias a largura de banda será reduzida em 25%, clientes acostumados em qualidades mais altas poderão perceber que algo está diferente, mas ainda estarão assistindo na mesma resolução paga à empresa. Essa medida já está sendo tomada na Europa e Estados Unidos.

De acordo com a Netflix, países da América Latina também estão fazendo pressão para que aconteça a mesma redução, mas não houve uma decisão única. Por aqui, algumas provedoras pedem uma redução na largura de banda o mais rápido possível e outras não querem mudança. Isso acontece porque as operadoras aqui têm redes estabelecidas de maneiras diferentes e exigem soluções diferentes.

A companhia aproveita para ressaltar que tem muita experiência técnica no serviço de streaming, sendo pioneira em diversos programas e dá uma solução para o problema. Provedoras poderão reduzir em 25% a qualidade como foi feito na Europa ou manter o fornecimento de dados da maneira como é normalmente.

Via: Guru3d
User img

Neri Neto

O universo geek faz parte do dia a dia, da vida, deste jornalista. Formado pela Universidade Federal de Santa Catarina, Neri Neto é responsável por conteúdos diversos no Mundo Conectado. Ele adora tecnologia, cinema, games e descobriu ainda na infância que a linguagem dos vídeos seria perfeita para falar de tudo que ama. Neri também fala bastante em terceira pessoa, gosta de descontrair e está sempre nas redes sociais.

TUDO que o NVIDIA BROADCAST consegue fazer!

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.