Xiaomi passa Huawei e se torna terceira maior fabricante de celulares
Créditos: GSM Arena

Xiaomi passa Huawei e se torna terceira maior fabricante de celulares

Huawei foi superada em meio à crise pandêmica e problemas com Estados Unidos

A empresa Strategy Analytics levantou dados das principais fabricantes de smartphones e revelou que a Xiaomi fabricou mais celulares que a Huawei no mês de fevereiro, tornando-se a maior fabricante dos dispositivos no mundo. Samsung e Apple continuam na dianteira, mesmo em tempos de crise econômica mundial por conta do novo coronavírus. Vale ressaltar que esta é a primeira vez que a Xiaomi ultrapassa a Huawei, algo já projetado anteriormente por especialistas do setor, mas que pode não se manter nos próximos meses.

De acordo com o relatório, o mercado mundial de celulares está sendo muito afetado pela pandemia, apenas no mês de fevereiro de 2020 houve uma queda de 38% na fabricação, algo que fica por volta de 62 milhões de unidades. As vendas também sofreram impacto, caíram 39% em relação ao ano anterior, o equivalente a 65 milhões de unidades. Em relação ao mesmo período do ano passado, a Huawei registrou queda de 69% em envios de aparelhos e 64% em vendas.

Durou pouco: Xiaomi abandona
criação de chips próprios para celulares

Dessa forma, mesmo também sofrendo queda de 32% na fabricação e 29% em vendas, a Xiaomi se tornou a terceira maior fabricante de smartphones do mundo em fevereiro de 2020. A diferença entre as duas empresas no número de dispositivos produzidos foi de apenas 0,5 milhão ou 500.000 unidades. A Xiaomi teve 6 milhões de celulares e a Huawei 5,5 milhões no período.

A Samsung manteve-se na primeira colocação como de costume, foram 18,2 milhões de unidades fabricadas, já a Apple teve 10,2 milhões de unidades. Vale ressaltar que esse não é o número de maior lucro das empresas, mas ajuda a ter ideia do tamanho delas. Oppo e Vivo estão logo atrás, respectivamente, com 4 milhões e 3.6 milhões cada. Ambas empresas também sofreram com cortes de produção devido à falta de pessoal e restrições de quarentena. A Huawei, que já vinha enfrentando problemas de restrições de comércio com os Estados Unidos, teve ainda o impacto de uma crise mundial resultado de uma pandemia.

Via: GSM Arena Fonte: TechSina
User img

Neri Neto

O universo geek faz parte do dia a dia, da vida, deste jornalista. Formado pela Universidade Federal de Santa Catarina, Neri Neto é responsável por conteúdos diversos no Mundo Conectado. Ele adora tecnologia, cinema, games e descobriu ainda na infância que a linguagem dos vídeos seria perfeita para falar de tudo que ama. Neri também fala bastante em terceira pessoa, gosta de descontrair e está sempre nas redes sociais.

Estamos com a MI BAND 5! Veja o que a PULSEIRA INTELIGENTE da XIAOMI pode fazer

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.