Microsoft Teams cresce quase 40% em uma semana por causa do Home Office gerado pelo COVID-19
Créditos: Microsoft

Microsoft Teams cresce quase 40% em uma semana por causa do Home Office gerado pelo COVID-19

Ele atingiu a marca de mais de 44 milhões de usuários diários ativos na última quarta-feira

O serviço Microsoft Teams, que basicamente é plataforma de colaboração e comunicação em tempo real para empresas, atingiu a marca de mais de 44 milhões de usuários diários ativos. Este número chegou a 20 milhões em novembro passado. Isto coloca ainda mais distância entre a plataforma da Microsoft e seu principal concorrente, o Slack.

04/03/2020 às 15:29
Notícia

Microsoft Teams e Google Hangouts Meet oferecem funções de gr...

Oferta é válida durante os próximos meses

O crescimento demonstra que a Microsoft ainda pode atrair novos interessados em sua franquia de software de produtividade Office. Essa crescente popularidade poderia ajudar os clientes do Office de varejo da empresa que poderiam começar a olhar para outros produtos, como o Slack ou o serviço de videoconferência Zoom.

O surto de Coronavírus (COVID-19) ajudou a acelerar a adoção de ferramentas para reuniões virtuais, já que muitas pessoas agora precisam trabalhar em casa. Além do Microsoft Teams, outras soluções como Slack, Zoom, RingCentral, que é um provedor de serviços de telefone e mensagens baseados em nuvem, e a Webex da Cisco.

A marca de 44 milhões de usuários diários ativos no Microsoft Teams foi atingida na última quarta-feira, 18 de março. No dia 11 do mesmo mês a plataforma da Microsoft registrou 32 milhões de usuários diários. Para fazer uma comparação, os dados mais recentes sobre o Slack foram divulgados em outubro passado e diziam que o serviço tinha 12 milhões de usuários diários ativos em setembro.

Microsoft Teams cresce quase 40% em uma semana por causa do Home Office gerado pelo COVID-19
Microsoft Teams
 

"O COVID-19 tem impactado a vida das pessoas em todo o mundo. Acreditamos que isso será um ponto de virada para a maneira como as pessoas trabalharão e aprenderão", disse Jared Spataro, vice-presidente corporativo da Microsoft, em um comunicado na quarta-feira. "Nossos clientes certamente recorreram ao Teams durante este momento desafiador, e vimos picos de uso nos mercados mais impactados pelo COVID-19."

O Microsoft Teams está incluso nos planos de assinatura corporativos do Office 365 e também possui uma versão gratuita com algumas limitações. Por causa do surto de Coronavírus, recentemente a Microsoft liberou pelos próximos seis meses para todos alguns dos recursos antes reservados apenas para versão “Premium” do Microsoft Teams sem custo adicional. A versão gratuita também foi atualizada e removeu algumas de suas limitações, como a relacionada ao número de usuários. Empresas interessadas podem obter mais informações sobre o Microsoft Teams aqui.

Fonte: CNBC
User img

Fabio Rosolen

Conheça o Luna! O novo serviço de STREAMING de JOGOS da Amazon

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.