Voluntários participam de testes de vacina contra o Coronavírus nos Estados Unidos
Créditos: Getty Images

Voluntários participam de testes de vacina contra o Coronavírus nos Estados Unidos

Lista de voluntários inclui membros da comunidade de tecnologia de Seattle

Os primeiros testes clínicos em humanos da vacina contra o Coronavírus (COVID-19) já começaram nos Estados Unidos. Os primeiros pacientes receberam a vacina no instituto de pesquisa Kaiser Permanente, em Seattle, Washington.

15/03/2020 às 16:29
Notícia

Ministério da saúde lança app com informações sobre o Coronav...

Aplicativo busca combater notícias falsas relacionadas ao Covid-19

A primeira voluntária foi Jennifer Haller, que trabalhou com Paul Allen, cofundador da Microsoft, na empresa Astrolaunch. Haller agora atua como gerente de operações da Attunely, uma startup de Seattle que usa aprendizado de máquina para ajudar as agências de cobrança de dívidas a melhorar suas estratégias de recuperação.

Neal Browning, engenheiro de redes na Microsoft, foi o segundo voluntário a receber a vacina. Enquanto esperava por sua injeção, Browning disse à Associated Press que suas filhas estavam orgulhosas por ele ter se inscrito para este projeto.

O dia 16 de março marcou o início da primeira fase dos testes clínicos com foco na vacina mRNA-1273, da Moderna, que usa um fragmento inativo de RNA mensageiro do SARS-CoV-2 para obter uma resposta do sistema imunológico do corpo. O objetivo da primeira fase é garantir que a vacina seja segura para humanos e que ela desencadeie a resposta esperada do sistema imunológico. Não há risco de infecção pelo vírus.

Nos próximos 18 meses, a equipe de pesquisadores do instituto liderada por Lisa Jackson verificará se a vacina é eficaz contra o vírus - que já matou mais de 7.100 pessoas em todo o mundo, incluindo pelo menos 73 nos Estados Unidos.

Os testes clínicos estão sendo financiados pelos Institutos Nacionais de Saúde (NIH) em caráter de urgência. A busca por uma vacina é tão urgente que os reguladores federais permitiram que os testes passassem direto dos laboratórios para testes clínicos em humanos, pulando a etapa de experimentos com animais.

O instituto de pesquisa Kaiser Permanente fez um apelo para que 45 voluntários saudáveis da área de Seattle, com idades entre 18 e 55 anos, participem dos testes clínicos da vacina. Os participantes do teste receberão US$ 100 por cada visita à clínica, e os pesquisadores os acompanharão por duas rodadas de injeções e check-ups adicionais ao longo do próximo ano.

Além de Haller e Browning, outros voluntários receberam suas vacinas no dia 16. Para quem estiver interessado em participar, ainda não é tarde demais: o instituto ainda está recrutando voluntários através do site corona.kpwashingtonresearch.org.

Fonte: BBC, GeekWire
User img

Fabio Rosolen

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.

Entregas com drones nos Estados Unidos são aceleradas por conta do COVID-19

Entregas com drones nos Estados Unidos são aceleradas por conta do COVID-19

Transporte de medicamentos e alimentos são as principais preocupações no momento


Resultados de testes do COVID-19 também serão entregues via smartphone

Resultados de testes do COVID-19 também serão entregues via smartphone

Ministério da Saúde está investindo no aplicativo Coronavírus-SUS, que tem atendimento automático, informações verificadas, alertas de surtos e mais


Mapa térmico de deslocamento mostra a importância do isolamento social, mas e a sua privacidade!?

Mapa térmico de deslocamento mostra a importância do isolamento social, mas e a sua privacidade!?

Mapeamento de celulares mostra deslocamento social e colocam em cheque privacidade + [email protected]


Quarentena em todo o mundo muda movimentação da crosta terrestre

Quarentena em todo o mundo muda movimentação da crosta terrestre

Geocientistas se aproveitam de diminuição do ruído sísmico para coletar dados mais precisos


Download de jogos mobile cresce 30% durante quarentena do Covid-19

Download de jogos mobile cresce 30% durante quarentena do Covid-19

Apenas no mês de março, foram baixados mais games para celulares do que no Q4 de 2019