Próteses robóticas controladas de maneira intuitiva já são realidade
Créditos: TweakTowm

Próteses robóticas controladas de maneira intuitiva já são realidade

Pesquisadores da Universidade de Michigan desenvolveram método de implante de alta precisão

Pesquisadores conseguiram melhorias significativas em tecnologias de próteses controladas pela mente humana. Atualmente, já é possível controlar a extensão completa de um braço protético em tempo real, incluindo mãos e dedos de maneira tão intuitiva e rápida quanto uma mão real.

Satélite tira fotos de locais
movimentados antes e depois do Covid-19

Uma das instituições a frente da inovação e pesquisa desse tipo de tecnologia é a Universidade de Michigan, nos EUA. Paul Cedena, professor de engenharia biomédica e Robert Oneal, ambos o departamento de medicina da universidade, explicam um pouco do que vem sendo realizado por lá. Os cientistas contam que obtiveram o maior avanço no controle de próteses em muitos anos, criando um novo método de implante para mover até os dedos de dispositivos protéticos. Os pesquisadores explicam que utilizando corretamente o sistema nervoso do paciente foi possível fornecer controles protéticos avançados como o mundo nunca viu.

06/03/2020 às 16:25
Notícia

Rover que vai para Marte em 2020 agora tem um nome: Perseverance

Nome é resultado de um concurso onde crianças tiveram a chance de escolher

O estudo foi publicado na revista científica Science Translational Medicine, e relatou a aplicação do método em quatro participantes amputados. Entre as atividades de avaliação, foi pedido que as pessoas com as próteses pegassem objetos esféricos, movessem seus polegares continuamente e jogassem pedra, papel e tesoura.

Joe Hamilton, um dos participantes do experimento e que perdeu o braço em um acidente com fogos de artifício, comenta que a sensação é de que tem uma mão novamente. Hamilton explica que é possível fazer qualquer coisa que podia com uma mão real, o que resgata uma sensação de normalidade.

Segundo Cindy Chestek, professora e pesquisadora da área de engenharia biomédica, o foco da pesquisa é fazer com que as pessoas consigam utilizar as próteses de maneira intuitiva. "Você pode fazer uma mão protética fazer muitas coisas, mas isso não significa que a pessoa a esteja controlando intuitivamente", comenta. Para saber em detalhes como é o método desenvolvido, acesse este endereço.

Via: TweakTown Fonte: Science Stranslational Medicine
User img

Neri Neto

O universo geek faz parte do dia a dia, da vida, deste jornalista. Formado pela Universidade Federal de Santa Catarina, Neri Neto é responsável por conteúdos diversos no Mundo Conectado. Ele adora tecnologia, cinema, games e descobriu ainda na infância que a linguagem dos vídeos seria perfeita para falar de tudo que ama. Neri também fala bastante em terceira pessoa, gosta de descontrair e está sempre nas redes sociais.

O fim do CANAL do RATO BORRACHUDO e o Dilema das Redes Sociais

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.