Twitter marca publicação compartilhada por Donald Trump como manipulada
Créditos: SocialTalent

Twitter marca publicação compartilhada por Donald Trump como manipulada

Vídeo editado faz parecer que o democrata Joe Biden está apoiando a reeleição de Trump

No início de fevereiro o Twitter anunciou que iria começar a identificar conteúdo manipulado, como fotos e deepfakes, para impedir a disseminação de notícias falsas no serviço de microblog. Com as eleições americanas de 2020 se aproximando, a medida deve ajudar a reduzir o número de conteúdos que poderiam ser usados para influenciar a decisão dos eleitores.

07/02/2020 às 09:52
Notícia

Twitter começará a identificar fotos manipuladas e deepfakes

Medida visa ajudar a impedir que notícias falsas se espalhem no serviço de microblog

Agora o Twitter aplicou o rótulo “mídia manipulada” pela primeira vez no último domingo em um vídeo editado do ex-vice-presidente Joe Biden. O vídeo foi compartilhado por Dan Scavino, diretor de mídia social da Casa Branca, e retuitado pelo presidente Donald Trump. O vídeo foi o primeiro teste para a nova política do Twitter anunciada em fevereiro e implementada no dia 5 de março.

Neste caso, o vídeo alterado de Biden — que está na frente da corrida presidencial democrata para enfrentar Trump em novembro — é baseado em um discurso que ele fez no sábado em Kansas City, Missouri. O vídeo compartilhado por Scavino foi editado para fazer parecer que Biden inadvertidamente endossou Trump à reeleição.

A versão do vídeo compartilhada por Scavino mostrou Biden durante o discurso dizendo: "Desculpe-me. Só podemos reeleger Donald Trump."

A versão editada removeu parte do que o ex-vice-presidente havia realmente dito. A frase completa dizia: "Desculpe-me. Só podemos reeleger Donald Trump se de fato nos envolvermos neste pelotão de fuzilamento circular aqui. Esta precisa ser uma campanha positiva."

O Twitter aplicou o rótulo “mídia manipulada” ao vídeo no domingo, cerca de 18 horas após Scavino ter compartilhado o vídeo. Scavino disse que o tweet "não foi manipulado", e retuitou outro usuário que disse que a empresa estava estabelecendo um "precedente perigoso" ao rotular o tweet.

Continua após a publicidade

Vale destacar que a aplicação do rótulo pelo Twitter não ocorreu sem falhas técnicas. Ele não estava aparecendo quando as pessoas procuravam o tweet de Scavino, embora a porta-voz do Twitter Katie Rosborough disse que estava aparecendo nas linhas do tempo individuais. Ela acrescentou que a empresa está trabalhando em uma correção.

A nova política do Twitter proíbe o compartilhamento de mídia sintética ou manipulada que possa causar danos. Mas, como neste caso, a empresa pode aplicar rótulos a tweets para ajudar as pessoas a entender sua autenticidade ou fornecer contexto adicional.

Este vídeo editado também foi compartilhado no Facebook. A rede social passou a exibir nesta segunda-feira um alerta dizendo que o conteúdo foi editado após críticas da equipe da campanha de Joe Biden na noite de domingo.

Fonte: The Washington Post
User img

Fabio Rosolen

O fim do CANAL do RATO BORRACHUDO e o Dilema das Redes Sociais

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.