Galaxy S20 Ultra: veja como funciona sua incrível câmera 108MP Nonacell

Galaxy S20 Ultra: veja como funciona sua incrível câmera 108MP Nonacell

iFixit desmontou o novo smartphone da Samsung, que recebeu nota 3 em reparabilidade

O iFixit, site conhecido por desmontar aparelhos e ranqueá-los com base em sua reparabilidade, abriu totalmente o Galaxy S20 Ultra e mostrou como funciona sua câmera de 108MP Nonacell. O novo smartphone da Samsung chegou com a proposta de uma qualidade de fotografia muito superior ao que estamos acostumados, com um sistema que conta com quatro lentes, sendo elas: 108MP + 48MP + 12MP + ToF (Time of Flight).

Confira abaixo o vídeo da desmontagem. Sugerimos que vocês pulem o vídeo para o momento em que o iFixit mostra as câmeras (1:38), mas você pode assisti-lo por completo para saber como é desmontar um smartphone desse tipo:

A desmontagem conta o caso usual de painéis colados, pistolas de calor, ferramentas de alavanca com ventosas e um trabalho paciente. As câmeras do Galaxy S20 Ultra são cuidadosamente encaixadas, sendo que o sensor Nonacell de 108MP parece enorme perto dos outros módulos.

A câmara (compartimento) do periscópio possui um prisma que reflete através de um conjunto de lentes em movimento para um sensor colocado de maneira perpendicular ao dispositivo. Você pode ver o movimento da matriz do periscópio no vídeo acima.

20/02/2020 às 15:41
Notícia

Samsung marca evento de lançamento do Galaxy S20 e Z Flip no ...

Novos celulares chegam ao nosso país em 11 de março

O Galaxy S20 Ultra recebeu nota 3 em reparabilidade, um ranking muito baixo para o site. Isso significa que a troca de peças ou manutenção do celular é trabalhosa e deverá custar muito caro (além de tomar um tempo considerável). Então caso você compre um smartphone desse modelo, é melhor cuidar bem dele para não ter que levá-lo na manutenção.

 

Os pontos ressaltados pelo iFixit ao desmontar o Galaxy S20 Ultra foram:
- Os prendedores, todos os parafusos Phillips idênticos, requerem apenas uma ferramenta e não podem ser misturados, simplificando o reparo;
- Muitos componentes são modulares e substituíveis independentemente, mas o fone de ouvido ausente significa dever e desgaste duplos para a porta USB-C;
- Todo reparo começa com a colagem cuidadosa da tampa traseira de vidro (frágil);
- A substituição da bateria colada está mais difícil do que nunca, especialmente tendo que contornar os cabos de interconexão da placa;
- Os reparos comuns de tela exigem uma desmontagem completa ou a substituição da metade do dispositivo.

Continua após a publicidade

Fonte: iFixit
User img

Mariela Cancelier

Jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), fui estagiária do Adrenaline/Mundo Conectado entre 2015 e 2017. Gosto de jogos de luta (o que marcou minha infância foi Tekken 4) e MOBAs. Atualmente sou colaboradora de ambos sites e apareço de vez em quando em alguns vídeos e reviews dos canais.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.