Panasonic e Tesla encerrarão parceria relacionada à fabricação de células solares em NY
Créditos: B!t Magazine/ Reprodução

Panasonic e Tesla encerrarão parceria relacionada à fabricação de células solares em NY

A joint venture foi anunciada pelas duas companhias em dezembro de 2016

A Panasonic anunciou que deixará de construir células fotovoltaicas na fábrica da Tesla em Nova York. Em comunicado enviado à imprensa, a empresa japonesa afirmou que a decisão é resultado de uma "racionalização mais ampla de suas operações solares globais" e que isso não afetará os futuros planos de negócios da companhia de Elon Musk relacionados à energia solar. 

A empresa acrescentou ainda que "a Tesla planeja contratar candidatos qualificados para novos cargos necessários para apoiar suas operações de fabricação de energia solar e de energia em Buffalo".

A companhia japonesa disse no comunicado, divulgado na última quarta-feira, que cessaria a produção até o final de maio deste ano e sairia definitivamente da fábrica até o final de setembro.

Gigafactory 2 | Créditos: Tesla / Reprodução

De acordo com a agência Reuters, a Tesla informou, em comunicado ao estado de NY, que a saída da Panasonic "não tem influência em suas operações atuais”.

Como destaca o Engadget, a Tesla havia recebido incentivos de Nova York para o projeto da Gigafactory 2 na forma de subsídios, que totalizam cerca de US$ 750 milhões. Em contrapartida, a empresa terá que gastar US$ 5 bilhões no estado ao longo de uma década e empregar 1.460 trabalhadores em Buffalo. Não fazer isso resultaria em uma multa de US$ 41 milhões contra a Tesla. 

A joint venture foi anunciada pelas duas companhias em dezembro de 2016. Na ocasião, a Panasonic havia informado um investimento de quase US$ 270 milhões na planta, localizada ao norte de Nova York.

21/02/2020 às 16:03
Notícia

Tesla é autorizada a continuar construção da Gigafactory na A...

Obra deve desmatar cerca de 92 hectares de floresta local

Ainda segundo a Reuters, o anúncio feito pela Panasonic não significa um rompimento definitivo da colaboração entre as duas companhias. Será mantida a parceria relacionada à produção de baterias automotivas no estado americano de Nevada.

Via: Engadget Fonte: Reuters
User img

Gabriel Tagarro

Formado em jornalismo pela Universidade Castelo Branco, é apaixonado por games desde 1994, quando ganhou um Master System. Joga de tudo um pouco, seja no PC ou no console. Ama tecnologia e escreve com prazer sobre tudo que a envolve.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.

SUV Elétrico Tesla Model Y chega ao Brasil em abril por R$450 mil

SUV Elétrico Tesla Model Y chega ao Brasil em abril por R$450 mil

O carro 100% elétrico atinge de 0 a 100km/h em 3,7 segundos


Serviço de internet global Starlink tem latência inferior a 20ms e será rápido o bastante para jogos

Serviço de internet global Starlink tem latência inferior a 20ms e será rápido o bastante para jogos

É o que diz Elon Musk, CEO da Tesla e da SpaceX


Ações da Tesla despencam com queda nos preços do petróleo

Ações da Tesla despencam com queda nos preços do petróleo

Empresa perdeu US$3,1 bilhões em valor de mercado com a expectativa por diminuição no preço de combustível


Elon Musk chama pânico global pelo novo coronavirus de burrice

Elon Musk chama pânico global pelo novo coronavirus de burrice

Bilionário utilizou o Twitter para compartilhar sua opinião sobre o vírus


GM apresenta plataforma de carros elétricos para competir com a Tesla

GM apresenta plataforma de carros elétricos para competir com a Tesla

Fabricante também anunciou investimento de U$20 bilhões no setor