Celular com Snapdragon 865 é lançado na Índia com modem 5G desativado
Créditos: Qualcomm

Celular com Snapdragon 865 é lançado na Índia com modem 5G desativado

Pague por um modem 5G que você nunca poderá usar, graças ao design do chip da Qualcomm

Novos celulares estão começando a chegar ao mercado com o Snapdragon 865 da Qualcomm e o monopólio da empresa na indústria de dispositivos móveis pode ser um problema. A empresa está forçando o 5G em todos os aparelhos com o novo chip, aumentando o tamanho, custo e a complexidade dos smartphones, mesmo que as redes 5G do mundo ainda não estejam prontas. Os fabricantes estão seguindo as regras da Qualcomm e incluindo os modems 5G, mas eles também estão mantendo os modems desativados porque esta conectividade simplesmente não funciona em alguns mercados.

Conheça o "iQOO 3". Como mencionado pelo site XDA Developers, este telefone foi lançado na Índia com o chip Snapdragon 865 e configurado para redes 4G. Aparentemente, a iQOO teve o trabalho de pagar pelo modem 5G obrigatório da Qualcomm, integrando-o ao design do telefone, e então a empresa simplesmente desativou completamente a funcionalidade 5G do aparelho.

A iQOO teve o trabalho de pagar pelo modem 5G obrigatório da Qualcomm, integrando-o ao design do telefone, e então a empresa simplesmente desativou completamente a funcionalidade 5G do aparelho.

Um telefone que chega com alguns de seus recursos de modem desativados não é algo incomum. Às vezes, as empresas desligam algumas bandas 4G para ajudar a região a bloquear telefones para determinados países ou possivelmente para reduzir custos.

Desligar as bandas 5G em um telefone Snapdragon 865 é algo difícil de aceitar porque o design e o desempenho do chip foram comprometidos apenas para trazer essa capacidade 5G ao mercado.

Diferente do design do chip Snapdragon 855, que inclui o modem 4G integrado e o modem 5G era um extra opcional, o design do Snapdragon 865 basicamente implementa um chip extra para oferecer o suporte para 4G e 5G, como é possível ver na imagem abaixo. O chip extra ocupa mais espaço no aparelho, aumenta a geração de calor e consome mais energia do que o design com o modem integrado:

Uma das razões para a falta de entusiasmo da iQOO pelo 5G é fácil de entender: apesar de ser o segundo maior mercado de smartphones do mundo, a Índia não possui redes 5G. Ao contrário de lugares como os Estados Unidos, onde pequenos bolsões de 5G estão lentamente sendo construídos, a Índia não tem um caminho claro para esta conectividade.

O governo indiano definiu os preços para leiloar o espectro público para o 5G, mas as operadoras de telefonia celular indianas dizem que os preços são "excessivamente caros" e que elas não estão dispostas a pagar por isso e começar a construir as redes. A maioria das torres na Índia não estão conectadas ao backhaul de fibras e provavelmente não conseguem lidar com as exigências de largura de banda do 5G. Mudar isso requer ainda mais dinheiro que as operadoras dizem que não têm. Resumindo, o 5G não vai acontecer tão cedo na Índia.

04/02/2020 às 08:54
Notícia

Leilão do 5G no Brasil pode acontecer em 2020 - governo publi...

Diretrizes do leilão incluem levar 4G para locais com pelo menos 600 habitantes

Com o lançamento do celular iQOO 3 na índia, o aparelho vem em uma versão 5G – que não é suportado no país – e em uma versão 4G. A versão 4G do aparelho vem em duas configurações: 8GB de RAM e 128GB de capacidade para armazenamento pelo equivalente a US$ 515 e 8GB de RAM de 256GB de capacidade para armazenamento pelo equivalente a US$ 557. Já a versão 5G com 12GB de memória RAM e 256GB de capacidade para armazenamento custa o equivalente a US$ 626.

Continua após a publicidade

Se o chip 5G tem que estar no telefone de qualquer maneira, por que desabilitá-lo? A Qualcomm cobra menos se você comprar um chip 5G da empresa e depois desabilitá-lo? O iQOO vê o rótulo "5G" na versão high-end como algum tipo de segmentação de mercado, mesmo que seja completamente irrelevante na Índia?

Supondo que haja algum tipo de incentivo financeiro por trás da desativação do 5G em telefones mais baratos com Snapdragon 865, provavelmente veremos isso em mais dispositivos.

A Índia é o segundo maior mercado de smartphones do mundo e é um grande campo de batalha para os fabricantes destes dispositivos. Se os fabricantes quiserem construir smartphones com as melhores especificações — e eles definitivamente farão isso — a Qualcomm não lhes deu uma maneira de fazer isso sem também incluir o 5G. A empresa não oferece uma opção do Snapdragon 865 apenas com modem 4G integrado — ele só funciona com o modem Snapdragon X55 5G/4G.

Com a demora para implementação do suporte para 5G no Brasil, não será uma surpresa se os celulares com o Snapdragon 865 forem lançados por aqui com a funcionalidade 5G desativada como ocorreu com o iQOO 3 na Índia.

Fonte: Ars Technica
User img

Fabio Rosolen

RTX série 30: confira as TECNOLOGIAS que chegam com as novas placas de vídeo da Nvidia

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.