Fujifilm alerta que scanners de aeroportos podem destruir filmes fotográficos
Créditos: DIYPhotography

Fujifilm alerta que scanners de aeroportos podem destruir filmes fotográficos

Câmeras QuickSnap de uso único também podem ser danificadas pelos scanners

Em outubro de 2019, foi anunciado que alguns aeroportos dos Estados Unidos começariam a usar novos scanners de tomografia computadorizada (CT). Após um aviso recente da Kodak, que pode ser visto abaixo, a Fujifilm também emitiu um alerta para seus clientes sobre essas mudanças.

10/02/2020 às 12:36
Notícia

Fujifilm apresenta a Instax mini Link, sua nova impressora de...

A mini impressora revela suas fotos tiradas pelo smartphone instantaneamente

A empresa adverte os fotógrafos para que eles não exponham seus filmes Instax não processados e outros tipos de filmes aos novos scanners aeroportuários. Junto com o alerta, a Fujifilm também introduziu algumas diretrizes para ajudar a lidar com filmes fotográficos antes de embarcar em um avião, já que os filmes serão destruídos se forem expostos aos scanners CT e a raios-X.

Em seu alerta, a Fujifilm escreve simplesmente que "essas máquinas podem ser mais prejudiciais aos filmes não processados e aos filmes Instax do que as gerações anteriores de scanners". Para proteger seus filmes, a empresa sugere que você os mantenha na sua bagagem de mão e sempre peça pela inspeção manual.

Além de filmes não processados e de filmes Instax, as câmeras QuickSnap de uso único também podem ser danificadas pelos scanners. A Fujifilm disponibilizou dois documentos PDF com mais detalhes e diretrizes para usuários que precisam viajar com qualquer um desses produtos. Nesses documentos, a empresa também descreve como é o dano nestes produtos. Vale destacar que esses scanners CT em aeroportos podem causar o mesmo dano aos filmes Instax e a qualquer outro filme preto e branco.

"Efeitos indesejáveis de novos scanners aeroportuários em imagens produzidas por filmes instantâneos que passaram por tal varredura podem incluir 'fogging', distorção em áreas de sombra e má reprodução de imagens após apenas uma passagem por esses novos scanners."

Fujifilm alerta que scanners de aeroportos podem destruir filmes fotográficos

Para evitar danos aos filmes, há alguns passos a seguir ao viajar de avião. Como já mencionado, leve seu filme com você na bagagem de mão e sempre peça inspeção manual. A Fujifilm recomenda colocar os filmes em um saco plástico transparente e mostrá-lo aos inspetores da TSA.

Há mais algumas dicas para viajar com filmes e protegê-los de scanners de raios-X e CT no site da Fujifilm. Os usuários podem fazer o download dos dois documentos PDF disponibilizados pela empresa nos links abaixo:

- Viajando com filmes
- Protegendo seus filmes contra scanners aeroportuários
 

Fonte: DIYPhotography
User img

Fabio Rosolen

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.

Remédio japonês contra gripe é eficaz no tratamento de coronavírus

Remédio japonês contra gripe é eficaz no tratamento de coronavírus

Autoridades chinesas elogiaram a droga chamada de Favipiravir


Alibaba desenvolve IA que pode identificar infecções pelo Coronavírus com 96% de precisão

Alibaba desenvolve IA que pode identificar infecções pelo Coronavírus com 96% de precisão

Ele já está sendo adotado por hospitais em algumas províncias chinesas