Xiaomi planeja fabricar seus smartphones no Brasil ainda em 2020
Créditos: Xiaomi

Xiaomi planeja fabricar seus smartphones no Brasil ainda em 2020

Informação foi revelada em entrevista realizada com Luciano Barbosa, chefe da empresa em nosso país

O ano de 2019 marcou o esperado retorno oficial da Xiaomi ao Brasil, onde através de uma parceria com a DL Eletrônicos, vem oferecendo vários produtos da marca chinesa em nosso território, com destaque, obviamente, para os smartphones.

Conheça a história da Xiaomi! De startup a gigante dos smartphones baratos

Mas os planos da empresa vão além de oferecer seus produtos via importação, como é revelado por Luciano Barbosa, chefe da divisão brasileira da Xiaomi, em uma entrevista dada ao site Mobile Time. Segundo ele, a marca já está estudando a possibilidade de fabricar seus smartphones no Brasil, e que isso pode ocorrer já nesse ano de 2020.

Temos um estudo com previsão para conclusão no final de maio. Se houver convergência em certos modelos, poderemos produzir localmente. Mas será um estudo bem pé no chão. Não moveria todo o meu catálogo para produção local do dia para a noite, mas gradativamente.

 

Atualmente, a empresa oferece ao consumidor brasileiro 14 modelos de smartphones, todos vindo através da importação. Segundo Luciano, essa ação tem como objetivo aumentar as vendas locais e diminuir o volume da chamada “compra direta”, onde as pessoas preferem importam diretamente da China, assim evitando o que ele considera alguns dos principais problemas desse método de compra, como:

  • Risco de importações sofrerem com as altas taxas aplicadas nos produtos na alfândega brasileira;
  • O produto chegar com tecnologias diferentes que estão presentes no Brasil, como as frequências de 4G ou o plugue da tomada;
  • Falsificações de aparelhos, principalmente fones de ouvido, pulseiras e patinetes.

Não é só de smartphones que a Xiaomi vive no Brasil

Na entrevista, Luciano falou sobre as preferências do consumidor brasileiro, sem contar os smartphones, ao buscar os produtos da marca nas duas lojas oficiais atualmente presentes no Brasil, ambas localizadas na cidade de São Paulo (uma no Shopping Ibirapuera e outra no Shopping Center Norte).

São os fones de ouvido e as pulseiras. São líderes absolutos. E agora em janeiro tivemos uma grata surpresa com um crescimento imenso da balança. Ainda bem que fizemos um bom estoque do produto.

 

Continua após a publicidade

Atualmente, a Xiaomi possuí cerca de 260 SKUs (Stock Keeping Unit, ou leia como os itens da marca) presentes no Brasil, com o planejamento de aumentar esse número para 500 SKUs até o final de 2020. Apesar disso, esse número é, de certa forma, pequeno visto os mais de 2 mil itens que a empresa oferece na China.

Xiaomi tem planos para a expansão da marca em nosso país

Para 2020, Luciano comentou as principais metas que a Xiaomi tem para aumentar a participação da marca no Brasil, dividindo em três pilhares:

09/12/2019 às 14:15
Notícia

Xiaomi é a marca de smartphones mais pesquisada pelos brasile...

No ranking de modelos mais procurados, a Apple foi o destaque do ano

  • Experimentação de produtos: oferecer alguns dos itens da empresa em outros varejistas. A Xiaomi já possuí alguns dos seus produtos disponíveis na Casas Bahia e nas Lojas Americanas, mas o plano é expandir ainda mais.
  • Aumento do portfólio: como comentado anteriormente, a Xiaomi planeja trazer mais itens do seu catalogo para o mercado brasileiro, devendo chegar aos 500 produtos até o final desse ano.
  • Aumento das vendas online: segundo Luciano, a empresa vem trabalhando em melhorar sua estrutura de e-commerce no Brasil.

Com tudo isso em mente, o ano de 2020 promete ser de grandes novidades por parte da Xiaomi no Brasil, com chegada de novos produtos e um grande crescimento da marca em nosso país.

Via: Olhar Digital Fonte: MobileTime
User img

Pedro Henrique

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.