Xiaomi mostra como são os componentes internos do Mi 10 Pro
Créditos: Xiaomi

Xiaomi mostra como são os componentes internos do Mi 10 Pro

Novo smartphone topo de linha tem seu design interno revelado

A Xiaomi fez o lançamento da linha Mi 10 no dia 13 de fevereiro para o mercado chinês. Apesar de ainda não haver uma data divulgada para o lançamento da versão global do aparelho - devido ao cancelamento do Mobile World Congress MWC 2020 -, a empresa já divulgou como é o seu dispositivo por dentro. 

13/02/2020 às 08:53
Notícia

Xiaomi Mi 10 e Mi 10 Pro anunciados com câmera de 108MP, tela...

O Mi 10 Pro é atualmente o melhor smartphones para fotos do mundo

Os novos smartphones topo de linha da Xiaomi possuem configurações extremamente altas. Para mostrar a forma que os hardwares são encaixados, a empresa lançou uma explicação, detalhando os componentes internos do Mi 10 Pro.

Para começar, na parte mais externa do aparelho, há destaque para a tecnologia NFC (Near Field Communication), que é muito usada em pagamentos. Também é possível identificar a bobina para carregamento por indução.

As borrachas aparentes na imagem acima são principalmente para proteger os componentes internos de danos com poeira e umidade. Essa parte do smartphone também é praticamente totalmente coberta com grafite, que é um material responsável por fazer a condução do calor.

Na parte superior e também inferior do aparelho é possível observar os alto falantes. A Xiaomi também detalha em sua explicação os materiais usados, para garantir uma melhor qualidade no áudio. 

O smartphone é equipado com um design de aço magnético e chega com uma cavidade de 1,22 cc, que é considerada grande. Isso é responsável por reproduzir uma melhor experiência de áudio estéreo. De acordo com a Xiaomi, o Mi 10 Pro teve uma melhora de 100% nos níveis de volume, em relação às gerações anteriores. 

Continua após a publicidade

o Mi 10 Pro teve uma melhora de 100% nos níveis de volume

 

Removendo essa camada, é possível observar ainda outros componentes. Sem a tampa da placa-mãe, a bateria de 4.500mAh do dispositivo fica visível, e mostra que ela é responsável por ocupar praticamente todo o espaço interno do aparelho. A placa atual também pode ser vista.

A Xiaomi optou por colocar a placa principal com um design de placa-mãe de camada dupla. Isso porque usando essa técnica é possível empilhar a placa-mãe, utilizando menos espaço interno. Esse local extra foi ocupado pela bateria do aparelho, que possui grande capacidade. Embaixo da bateria há o scanner óptico de impressão digital ultrafino, usado para a leitura de impressões digitais em exibição, que também ajuda a economizar espaço interno.

A imagem da direita mostra o aparelho com ainda menos proteção. Dessa vez o conjunto de câmeras é exposto e é possível observar a diferença no tamanho dos módulos.

Como já é esperado, a câmera principal de 108MP do smartphone é a maior lente. Ela está alocada bem ao centro do aparelho. Além das lentes, também há o flash LED e um módulo de foco a laser. Isso permite melhor visibilidade e foco mais rápido e eficiente em ambientes com pouca luz. Para contribuir ainda mais para a qualidade das imagens captadas, o aparelho está equipado com uma tecnologia exclusiva de sensor de luz dupla de 360 ??graus.

Na prática, o Mi 10 Pro está preparado para conseguir se adaptar em diferentes condições de luz, fazendo o melhor cenários possível. Além das lentes serem capazes de captar até 108MP, não é apenas isso que ajuda a câmera ser considerada a melhor de todos os smartphones atuais, segundo a DXOMark. A Xiaomi o projetou para que ele seja capaz de detectar fontes de luz e iluminação ambiente em seus arredores. Isso permite um melhor desempenho da câmera, além de tornar o ajuste automático do brilho da tela mais inteligente e proativo.

O Mi 10 Pro foi eleito como melhor smartphone para fotos pela DXOMark

Continua após a publicidade

Separando a placa-mãe do dispositivo, é possível perceber que ela tem um leve curvatura, que forma um 'L'. As partes superiores da placa permitem o acesso ao Wi-Fi 6, e na parte centra há módulos de gerenciamento de energia e decodificação de áudio. Na parte de baixo há decodificadores de radiofrequência.

Nela também são acoplados alguns dos componentes de destaque do dispositivo. Certamente um deles é o SoC da Qualcomm, o Snapdragon 865, juntamente com o modem X55, que é o responsável por permitir conexão 5G. Há também duas unidades de memória flash LPDDR5 e armazenamento UFS 3.0. Isso permite que o aparelho tenha uma capacidade de leitura e gravação e transferência de dados de forma muito veloz.

17/02/2020 às 16:37
Notícia

Mi 10 Pro: vídeo gravado em 4K mostra poder da câmera do celu...

Smartphone que possui a melhor câmera do mundo possui quatro sensores de imagem, incluindo solução de...

Há ainda sensores de temperatura da matriz espalhados pelo dispositivo. Eles servem para que o Mi 10 Pro seja capaz de mapear com precisão regiões que estão sendo aquecidas. Isso quer dizer que tanto o processador, bateria e toda a interface de carregamento possuem proteção extra, para evitar superaquecimento. A Xiaomi utiliza Inteligência Artificial (IA) para fazer o gerenciamento. 

A Xiaomi reformulou completamente o layout interno do Mi 10 Pro. Isso significa que ele está mais eficiente, comparado as gerações anteriores, em muitos aspectos. Ele tem seis camadas de estrutura de grafite, grandes quantidades de cobre e gel condutor, placa de imersão VC, tecnologias para dissipação de calor e mais. Tudo isso faz com que o desempenho geral do smartphone seja amplamente melhor. 

Preços

Preço no lançamentoU$ 999,00 02/03/2020

Ficha Técnica

FabricanteXiaomi

Display

Tamanho6,67 polegadas
Resolução1080 x 2340, 386 ppi
TecnologiaSuper AMOLED
ProteçãoCorning Gorilla Glass 5

Câmera

TraseiraQuad 108MP + 8MP + 12MP + 20MP
Vídeos8K 30fps, 4K 60fps, FullHD 240fps, HD 960fps
Frontal20MP, f/2.0 (wide)
Detalhes108 MP f/1.7, (wide),8 MP (telephoto), 12 MP (portrait), 20 MP (ultrawide)

Especificações

Sistema OperacionalAndroid 10, MIUI 11
ProcessadorQualcomm Snapdragon 865
Número de núcleos8
Clock2.84 GHz
GPUAdreno 650
Memória RAM8, 12 GB
Armazenamento interno256, 512 GB
Cartão microSDNÃO
Bateria4500 mAh
Dimensões162,6 x 74,8 x 9 mm
Peso208 g
Portas de conexãoUSB Tipo-C
REDE5G
Tipo de cartão SIMDual SIM

Recursos

Leitor de DigitalSIM, na tela
ResistênciaNÃO
RadioNÃO
Bluetooth5.0
Carregamento sem fioSIM, 30W
NFCSIM
GPSA-GPS, GLONASS, GALILEO, BDS
ExtrasCarregamento rápido de 65W, Powerbank

Via: GizmoChina
User img

Ana Luiza Pedroso

Ana Luíza é técnica em informática formada pelo Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) e graduanda de Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Compõe o quadro de estagiários do Adrenaline e Mundo Conectado desde 2018, publicando notícias. Aprende muito todos os dias sobre o universo de hardware, games e tecnologia.

MAVIC AIR 2 - Uma análise de DRONE no PARAÍSO

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.