Microsoft promete que atualizações do Windows 10X demorarão menos de 90 segundos
Créditos: Neowin.net

Microsoft promete que atualizações do Windows 10X demorarão menos de 90 segundos

Primeiros dispositivos com o novo sistema devem chegar ao mercado ainda este ano

A Microsoft revelou hoje mais alguns detalhes sobre o Windows 10X, seu sistema operacional desenvolvido para novos dispositivos com duas telas. A empresa afirma que está trabalhando para tornar esta versão do Windows mais rápida de instalar e atualizar. Isso permitirá que o Windows 10X baixe uma atualização do sistema operacional e simplesmente mude para ela na reinicialização, tudo em menos de 90 segundos.

07/10/2019 às 16:26
Notícia

Entenda o que é o Windows 10X, versão do sistema da Microsoft...

Ele não será uma atualização do Windows 10, mas algo para coexistir no mercado

Isso é uma grande diferença em comparação com o que estamos acostumados no Windows 10 “normal”, que envolve o download da atualização, sua aplicação e a reinicialização em seguida. Isto demora vários minutos mesmo em PCs mais potentes.

Com o Windows 10X, a Microsoft desenvolveu uma espécie de “separação de componentes” que agiliza muito este processo. Neste caso, o sistema operacional, seus drivers e aplicativos são todos separados para permitir que a Microsoft simplesmente alterne para a versão mais recente do Windows 10X durante a reinicialização do dispositivo.

A empresa está usando a tecnologia de contêineres para os aplicativos Win32 tradicionais para desktops que serão executados em dispositivos como o Surface Neo, o que significa que estes aplicativos são executados em um ambiente isolado e não podem interferir com arquivos do sistema. 

Microsoft promete que atualizações do Windows 10X demorarão menos de 90 segundos

Muitos dos dispositivos com duas telas e dispositivos dobráveis que virão com o Windows 10X pré-instalado serão baseados na plataforma Intel Lakefield. Pouco se sabe sobre o desempenho destes chips, mas a Microsoft revelou que eles incluirão núcleos grandes e pequenos que operarão assimetricamente para consumir menos energia. Com isso será possível executar os aplicativos tradicionais para desktops com os núcleos grandes para maior desempenho e os aplicativos mais “leves” como os baseados na Universal Windows Platform (UWP) com os núcleos pequenos para reduzir o consumo de bateria.

O Windows 10X foi apresentado pela Microsoft em outubro passado e é diferente do Windows 10 “normal”. O novo sistema operacional é mais leve e desenvolvido para dispositivos portáteis com duas telas. O menu Iniciar, por exemplo, lembra mais um launcher de aplicativos para Android, como é possível ver na imagem acima. Ele também não substituirá o Windows 10 atual, mas coexistirá com ele no mercado.

Na época da apresentação do sistema, a Microsoft disse que os primeiros dispositivos com o Windows 10X pré-instalado deverão chegar ao mercado no final de 2020.

Fonte: The Verge
User img

Fabio Rosolen

Estamos com a MI BAND 5! Veja o que a PULSEIRA INTELIGENTE da XIAOMI pode fazer

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.