Microsoft promete que atualizações do Windows 10X demorarão menos de 90 segundos
Créditos: Neowin.net

Microsoft promete que atualizações do Windows 10X demorarão menos de 90 segundos

Primeiros dispositivos com o novo sistema devem chegar ao mercado ainda este ano

A Microsoft revelou hoje mais alguns detalhes sobre o Windows 10X, seu sistema operacional desenvolvido para novos dispositivos com duas telas. A empresa afirma que está trabalhando para tornar esta versão do Windows mais rápida de instalar e atualizar. Isso permitirá que o Windows 10X baixe uma atualização do sistema operacional e simplesmente mude para ela na reinicialização, tudo em menos de 90 segundos.

07/10/2019 às 16:26
Notícia

Entenda o que é o Windows 10X, versão do sistema da Microsoft...

Ele não será uma atualização do Windows 10, mas algo para coexistir no mercado

Isso é uma grande diferença em comparação com o que estamos acostumados no Windows 10 “normal”, que envolve o download da atualização, sua aplicação e a reinicialização em seguida. Isto demora vários minutos mesmo em PCs mais potentes.

Com o Windows 10X, a Microsoft desenvolveu uma espécie de “separação de componentes” que agiliza muito este processo. Neste caso, o sistema operacional, seus drivers e aplicativos são todos separados para permitir que a Microsoft simplesmente alterne para a versão mais recente do Windows 10X durante a reinicialização do dispositivo.

A empresa está usando a tecnologia de contêineres para os aplicativos Win32 tradicionais para desktops que serão executados em dispositivos como o Surface Neo, o que significa que estes aplicativos são executados em um ambiente isolado e não podem interferir com arquivos do sistema. 

Microsoft promete que atualizações do Windows 10X demorarão menos de 90 segundos

Muitos dos dispositivos com duas telas e dispositivos dobráveis que virão com o Windows 10X pré-instalado serão baseados na plataforma Intel Lakefield. Pouco se sabe sobre o desempenho destes chips, mas a Microsoft revelou que eles incluirão núcleos grandes e pequenos que operarão assimetricamente para consumir menos energia. Com isso será possível executar os aplicativos tradicionais para desktops com os núcleos grandes para maior desempenho e os aplicativos mais “leves” como os baseados na Universal Windows Platform (UWP) com os núcleos pequenos para reduzir o consumo de bateria.

O Windows 10X foi apresentado pela Microsoft em outubro passado e é diferente do Windows 10 “normal”. O novo sistema operacional é mais leve e desenvolvido para dispositivos portáteis com duas telas. O menu Iniciar, por exemplo, lembra mais um launcher de aplicativos para Android, como é possível ver na imagem acima. Ele também não substituirá o Windows 10 atual, mas coexistirá com ele no mercado.

Na época da apresentação do sistema, a Microsoft disse que os primeiros dispositivos com o Windows 10X pré-instalado deverão chegar ao mercado no final de 2020.

Fonte: The Verge
User img

Fabio Rosolen

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.

Microsoft interromperá as atualizações opcionais do Windows 10 em maio

Microsoft interromperá as atualizações opcionais do Windows 10 em maio

Mudança será implementada por causa do surto de Coronavírus (COVID-19)


Atualização cumulativa KB4541335 do Windows 10 chega às versões 1903 e 1909

Atualização cumulativa KB4541335 do Windows 10 chega às versões 1903 e 1909

Novo update é o último opcional a ser lançado antes de pausa forçada pela pandemia do Covid-19


Microsoft alerta para duas falhas no Windows que já estão sendo exploradas em ataques na Web

Microsoft alerta para duas falhas no Windows que já estão sendo exploradas em ataques na Web

As correções para ambas serão disponibilizadas no dia 14 de abril


Nova atualização do Windows 10 pode estar bugando o Defender

Nova atualização do Windows 10 pode estar bugando o Defender

Software está mostrando mensagem de "arquivos não verificados" durante a varredura


Microsoft Teams cresce quase 40% em uma semana por causa do Home Office gerado pelo COVID-19

Microsoft Teams cresce quase 40% em uma semana por causa do Home Office gerado pelo COVID-19

Ele atingiu a marca de mais de 44 milhões de usuários diários ativos na última quarta-feira