Intel, Vivo e MediaTek também desistem do MWC 2020 por causa do Coronavírus
Créditos: Vjeran Pavic/The Verge

Intel, Vivo e MediaTek também desistem do MWC 2020 por causa do Coronavírus

Lista de empresas que desistiram do evento continua aumentando

A lista de empresas que desistiram de participar do Mobile World Congress (MWC) 2020 por causa da ameaça do Coronavírus continua aumentando. Depois de empresas como a Sony, NVIDIA, Amazon e a LG, agora foi a vez da Intel, Vivo e MediaTek confirmarem que não participarão do evento.

18/02/2020 às 12:00
Artigo

Entenda o que é o Coronavírus e como ele pode afetar a indúst...

Empresas estão parando temporariamente sua produção para conter o vírus

Em seu comunicado, a Vivo disse que vinha monitorando o surto do Coronavírus e avaliando continuamente as atividades planejadas, mas concluiu que a saúde e segurança de seus funcionários e do público são sua prioridade. Com base na situação atual, a empresa decidiu cancelar sua participação no MWC 2020 e outros eventos relacionados no final deste mês em Barcelona.

Já a Intel divulgou um comunicado dizendo o seguinte: "A segurança e o bem-estar de todos os nossos funcionários e parceiros é nossa prioridade máxima, e por isso nos retiraremos do Mobile World Congress deste ano por cautela. Somos gratos à GSMA por sua compreensão e estamos ansiosos para participar e apoiar futuros eventos".

A japonesa NTT Docomo divulgou um comunicado similar, ressaltando a necessidade de proteger a saúde de seus clientes, parceiros e funcionários. O comunicado da MediaTek confirmando que não participará do evento é similar ao da Vivo e pode ser visto abaixo:

Intel, Vivo e MediaTek também desistem do MWC 2020 por causa do Coronavírus

Para tentar ajudar a proteger os presentes, a GSMA, organizadora do Mobile World Congress, colocará em prática diversas medidas de segurança durante o evento. As medidas incluem equipe médica maior, visitantes da província de Hubai, onde os primeiros casos foram detectados, não poderão participar do evento. Além disso, visitantes que estiveram na China nos últimos 14 dias antes do evento não poderão participar. 

Os presentes no evento poderão contar com serviços de medição de temperatura, que ajudarão a detectar quem apresentar febre – que é um dos sintomas de infecção pelo vírus.
 

O número de mortos pelo Coronavírus já passou de 1.000, com a maioria das vítimas na China e o número total de infectados no mundo todo já chegou a 43.090 pessoas. Deste total, 42.638 infectados estão na China.

Fonte: GSMArena, The Verge
User img

Fabio Rosolen

Testamos o ROG Phone 3!

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.