Mobile se mantém como maior mercado de games, a frente dos consoles e do PC
Créditos: Relatório GamingScan

Mobile se mantém como maior mercado de games, a frente dos consoles e do PC

A principal fonte de vendas são as micro-transações feitas dentro dos aplicativos

O site GamingScan, que reúne números de diferentes fontes sobre a indústria e o mercado de games, fez um novo update agora em fevereiro. Segundo os dados levantados, o jogos para celular continuam sendo o maior segmento de mercado na indústria de games, com uma estimativa de 36% de todo o dinheiro que as empresas do ramo arrecadaram em 2019. Enquanto isso os jogos de console responderam por 32% do faturamento e os games de PC por 23%. A expectativa é que essa liderança crescente do segmento mobile, que tinha sido de 35% em 2018, continue se ampliando. A previsão da Newzoo, que faz análises de mercado para empresas de games, é que nesse ano os games de celular representem 38% do faturamento da indústria, e até 2022 cheguem a 41%.

Os dados mais recentes publicados pelo GamingScan sobre os jogos que estavam faturando mais em cada console são de abril de 2019, e no caso do mobile eram o Wangzhe Rongyao, o Perfect World Mobile e o Fate/Grand Order. O Wangzhe Rongyao está listado com o nome Honour of Kings, que é uma tradução livre do título original em chinês, e o Perfect World Mobile ainda nem havia sido lançado oficialmente na época, mas já estava faturando muito com os jogadores da versão Beta. Os três jogos tem versões tanto para Android quanto para iOS.

Como já era de se esperar, as principais fontes de receita para as empresas de games para celular são os anúncios e as microtransações. As microtransações, e outras formas parecidas de comprar coisas dentro dos aplicativos, são responsáveis por 43% de todo o faturamento da indústria de jogos mobile. A segunda principal fonte de lucros são as propagandas em vídeo, que representam 31% do total, mas se considerarmos todas as formas de propaganda combinadas, vemos que 53% de todo o dinheiro gerado nesses games vem dos anúncios.

Enquanto isso, só 4% do faturamento são gerados pelo modelo tradicional que deu origem a indústria de games, em que você precisa pagar para ter acesso ao jogo, representa. Esses 4% dizem respeito tanto ao modelo de compra única tradicional, quanto aos jogos que funcionam com assinatura, em que você tem que pagar mensalmente. Para saber mais sobre as informações que o update trouxe sobre o mercado de PCs, confira a matéria do Adrenaline.

Via: GSM Arena, Adrenaline Fonte: GamingScan, Newzoo, SuperData Research
User img

Vinícius Bressan

Conheça o Luna! O novo serviço de STREAMING de JOGOS da Amazon

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.