Microsoft faz testes com vidro para preservar dados por milhares de anos
Créditos: Divulgação Microsoft

Microsoft faz testes com vidro para preservar dados por milhares de anos

Projeto do Microsoft Research Lab gravou o filme do Superman nesse formato duradouro

A Microsoft e a University of Southampton apresentaram a primeira prova de conceito do Project Silica. O projeto trabalha com armazenamento de dados em vidro, o que significa que agora temos a primeira demonstração prática dessa tecnologia que promete avançar nossa capacidade de preservar o conhecimento humano. Essa primeira prova foi apresentada em novembro e é uma placa de vidro retangular em que foi gravado o filme Superman, de 1978, graças a uma parceria do projeto com a Warner Bros.

Um dos grandes trunfos dessa tecnologia para a preservação dos dados está no tempo de duração do vidro, muito maior que o de qualquer outra mídia usada no momento. A placa de vidro com o filme do Superman levaria 4 mil anos para se decompor na natureza, mesmo que não fosse tomada nenhuma medida para conservá-la. O Doutor Ant Rowstron, diretor laboratorial adjunto do Microsoft Research Cambridge, disse que "nessa mídia, basicamente, eles [dados] não se deterioram. Então a partir do momento que você gravou os dados ali, vão permanecer ali por 50, 100, 1.000, 10 mil anos". 

Outra vantagem importante é que os dados não são gravados na superfície do vidro como, por exemplo, em um disco Blu-ray. Como os dados seriam gravados em camadas mais profundas do material, eles ficariam menos expostos a danos físicos. Os cientistas do projeto inclusive demonstraram vários testes de resistência para provar que a placa de vidro sobrevivia aos danos, incluindo aí colocá-la na água, aquecê-la no micro-ondas e esfregá-la com uma esponja de aço.

 

 

O Project Silica existe pelo menos desde 2017 e é uma parceria da Microsoft com o University of Southampton Optoelectronic Research Center, do Reino Unido. Essa pesquisa para usar vidro no armazenamento de dados faz parte de um programa da Microsoft Azure chamado Optics for the Cloud, que promove várias pesquisas voltadas para tecnologias que podem ser usadas na computação em nuvem. Além do Project Silica, o Optics for the Cloud também inclui o Project Sirius, que faz pesquisas relacionadas a switches de rede, e o Project Iris, que trabalha com inovações nas redes WAN.

Via: CNET Fonte: Microsoft, University of Southampoton
User img

Vinícius Bressan

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.

Microsoft está se preparando para remover o Painel de Controle clássico do Windows 10

Microsoft está se preparando para remover o Painel de Controle clássico do Windows 10

Opção já está sendo testada internamente na empresa


Microsoft interromperá as atualizações opcionais do Windows 10 em maio

Microsoft interromperá as atualizações opcionais do Windows 10 em maio

Mudança será implementada por causa do surto de Coronavírus (COVID-19)


Atualização cumulativa KB4541335 do Windows 10 chega às versões 1903 e 1909

Atualização cumulativa KB4541335 do Windows 10 chega às versões 1903 e 1909

Novo update é o último opcional a ser lançado antes de pausa forçada pela pandemia do Covid-19


Microsoft alerta para duas falhas no Windows que já estão sendo exploradas em ataques na Web

Microsoft alerta para duas falhas no Windows que já estão sendo exploradas em ataques na Web

As correções para ambas serão disponibilizadas no dia 14 de abril


Nova atualização do Windows 10 pode estar bugando o Defender

Nova atualização do Windows 10 pode estar bugando o Defender

Software está mostrando mensagem de "arquivos não verificados" durante a varredura