Veja os processadores mais vendidos no Brasil em 2019 - AMD liderou

Veja os processadores mais vendidos no Brasil em 2019 - AMD liderou

Após anos ficando atrás, AMD finalmente passou a Intel no mercado nacional

Segundo dados da Receita Federal do ano de 2019, a AMD finalmente passou a Intel em vendas de processadores domésticos no segmento nacional. No total, a AMD importou para o Brasil 96.688 processadores, 15.142 unidades a mais do que sua concorrente Intel. Esse número representa 54,2% do total de modelos do hardware trazidos ao nosso país no ano passado.

O levantamento considera produtos importados por varejistas por métodos tradicionais de compra, ou seja, apenas importações oficiais que passam pela Receita Federal durante o ano passado. Ficam de fora da contagem processadores comprados por outros meio, como unidades compradas e trazidas do Paraguai ou qualquer outro método. Além disso, os dados não consideram a venda de processadores em notebooks, segmento praticamente dominado pela Intel.

AMD Ryzen 7 3700X em 6 games versus o Intel Core i9 9900K e 8700K, além do 2700X (Adrenaline)

A AMD passou muitos anos atrás da Intel, mas nos últimos tempos a empresa tem apostado em novas tecnologias, como os modelos Ryzen, e conquistado o mercado com produtos de maior desempenho e preços competitivos. A notícia publicada no site Adrenaline também ressalta outro fator para o sucesso da companhia: a estabilidade que a AMD tem com diferentes produtos de sua linha. É claro que a Intel possui produtos muito populares no mercado, mas não são todas as opções da empresa que se destacam nas vendas.

O Adrenaline também preparou alguns gráficos mostrando o número de importações para cada modelo de cada uma das fabricantes:

Segundo o gráfico, o modelo de maior sucesso da Intel vendeu muito mais unidades do que o de maior sucesso da AMD. O Intel Core i5-9400F vendeu 28.406 unidades, já o Ryzen 7 2700 chegou a vender 17.053 unidades.

Quando prestamos atenção em outros produtos do segmento, percebemos que a AMD mantém uma estabilidade, o que dá vantagem total para a empresa. Abaixo o comparativo dos três modelos mais importados de cada companhia:

Ivanir Sangaletti, da Movva, disse que "mesmo com a evolução da tecnologia (da AMD), é possível notar que algumas revendas ainda têm resistência em comprar, e até mesmo oferecer ao cliente final, uma solução com processador AMD". Especialistas do setor e envolvidos no mercado de hardware ainda apontam uma certa desconfiança com a AMD por conta de sua "má fama" no passado. Mesmo assim, os números estão mostrando uma virada otimista para a empresa.

Fonte: Adrenaline
User img

Mariela Cancelier

Jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), fui estagiária do Adrenaline/Mundo Conectado entre 2015 e 2017. Gosto de jogos de luta (o que marcou minha infância foi Tekken 4) e MOBAs. Atualmente sou colaboradora de ambos sites e apareço de vez em quando em alguns vídeos e reviews dos canais.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.

LG anuncia doação de equipamentos eletrônicos ao hospital Albert Einstein

LG anuncia doação de equipamentos eletrônicos ao hospital Albert Einstein

Parceria tem o objetivo de auxiliar demanda de pacientes com o novo Coronavírus


Kit detector do COVID-19 mostra resultado em apenas 5 minutos

Kit detector do COVID-19 mostra resultado em apenas 5 minutos

Dispositivo foi aprovado pela Food and Drug Administration dos Estados Unidos


Video mostra em 360º graus um laboratório de pesquisa contra o novo coronavírus

Video mostra em 360º graus um laboratório de pesquisa contra o novo coronavírus

Espaço na UFMG processa exames para tentar conter o aumento na demanda de hospitais públicos


Governos vão acompanhar quarentena em tempo real rastreando celulares

Governos vão acompanhar quarentena em tempo real rastreando celulares

Parceria com startup In Loco deve fornecer dados da localização de cidadãos


Apple pode reduzir custos de produção ao trocar chips Intel por ARM nos Macs

Apple pode reduzir custos de produção ao trocar chips Intel por ARM nos Macs

Análise de especialista aponta um gasto entre 40% e 60% menor para a empresa