Medicamento criado por Inteligência Artificial será testado em humanos pela primeira vez
Créditos: Nexxto

Medicamento criado por Inteligência Artificial será testado em humanos pela primeira vez

A molécula DSP-1181 será usada no tratamento de transtornos obsessivo-compulsivos (TOC)

Pela primeira vez, uma molécula medicinal feita por uma Inteligência Artificial será testada em humanos. A criação chamada de DSP-1181 será usada de maneira experimental no tratamento de pacientes com transtornos obsessivo-compulsivos (TOC).

Esse remédio foi criado pela start-up britânica Exscientia em parceria com a Sumitomo Dainippon Pharma, companhia farmacêutica japonesa. As empresas usaram algoritmos que vasculharam possíveis compostos e os compararam com um enorme banco de dados de parâmetros.

20/01/2020 às 21:10
Notícia

CEO da Google propõe regular inteligência artificial "de form...

Executivo destacou que a tecnologia sempre possui partes boas e ruins

Esse é um acontecimento que podemos considerar bastante importante na história do Aprendizado de Máquina na medicina, pois o desenvolvimento de medicamentos leva cerca de cinco anos até ele chegar na etapa de testes. Esse mesmo processo para a Inteligência Artificial levou apenas um ano.

"Vimos a IA diagnosticando pacientes e analisando dados e exames, mas esse é um uso direto dela na criação de um novo medicamento." - Andrew Hopkins, chefe executivo da Exscienta.

A DSP-1181 entrará na primeira fase de testes no Japão e, se forem bem-sucedidos, o medicamento passará por mais testes globais. Em paralelo, outros remédios em potencial  para o tratamento de câncer e doenças cardiovasculares já estão em processo de desenvolvimento.

30/01/2020 às 09:36
Notícia

Programa Microsoft AI for Health visa melhorar a saúde de pes...

Programa de cinco anos investirá US$ 40 milhões para capacitar pesquisadores e organizações

"São necessárias bilhões de decisões para encontrar as moléculas certas e é uma decisão enorme projetar uma droga com precisão,[...]. Este ano foi o primeiro a ter um remédio projetada por Inteligência Artificial, mas até o final da década todos novos medicamentos poderiam ser criados por ela. " - Andrew Hopkins, chefe executivo da Exscienta.

A expectativa é ter outra molécula pronta para testes clínicos até o final deste ano

Via: BBC
User img

Saori Almeida

Saori Almeida é natural do Rio Grande do Sul, técnica em administração formada pelo Centro Tecnológico de Caxias do Sul (CETEC) e estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Gosta da cultura asiática e nerd no geral e tem interesse crescente por tecnologia e games desde pequena - gosto que se intensifica diariamente na redação.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.

Intel se compromete a investir US$ 50 milhões para combater a Covid-19

Intel se compromete a investir US$ 50 milhões para combater a Covid-19

Empresa buscará acelerar pesquisas científicas e facilitar acesso de tecnologias a pacientes


Windows 10 roda com apenas 192MB de RAM em teste feito por adolescente

Windows 10 roda com apenas 192MB de RAM em teste feito por adolescente

Microsoft recomenda 1GB de memória RAM para a versão 32-bits


Samsung registra design de celular com tela curva

Samsung registra design de celular com tela curva

Patente foi publicada neste mês e recebeu renders não oficiais recentemente


Superlua Rosa vai poder ser vista de qualquer lugar do Brasil hoje

Superlua Rosa vai poder ser vista de qualquer lugar do Brasil hoje

O fenômeno desse ano será a maior Superlua de 2020


Huawei lança relógio inteligente Watch GT 2e com monitoramento avançado de saúde

Huawei lança relógio inteligente Watch GT 2e com monitoramento avançado de saúde

Vestível ainda tem 100 modos de treino, que vão de esportes tradicionais a exercícios modernos