Veja o que muda com a nova Lei da Informática

Veja o que muda com a nova Lei da Informática

Mudanças devem gerar aumento de 10% no investimento do setor

Foi sancionada em 26 de dezembro de 2019 a nova Lei da Informática, legislação que traz mudanças e atende às recomendações da Organização Mundial do Comércio (OMC). O novo incentivo fiscal promovido pela lei deverá aumentar em 10% o investimento na indústria eletroeletrônica no país, de acordo com Henrique de Oliveira Miguel, coordenador-geral de Negócios Inovadores do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC). 

20/01/2020 às 19:49
Vídeo

GOLPE da MiStore Brasil: loja NÃO OFICIAL expõe o PERIGO do m...

Loja fechou site e redes sociais e sumiu com o dinheiro dos clientes

De acordo com a OMC, o Brasil violou princípio de tratamento nacional porque dava subsídios por meio da redução de imposto indireto (IPI) para empresas nacionais do ramo. Os créditos financeiros levam em conta o valor investido em pesquisa, desenvolvimento e inovação das empresas, além de calcular o faturamento de produtos.

Com a nova Lei da Informática, a previsão é de que mais investimentos aconteçam no setor nacional.Com a mudança, esse subsídio será oferecido como crédito financeiro e o imposto será para produtos nacionais e internacionais. 

Japão e Europa chegaram a pressionar o Brasil porque o país estava demorando para mudar as regras. A implementação de uma nova Lei da Informática foi necessária também porque o país foi criticado internacionalmente, já que a lei promovia uma disputa "unilateral", desfavorecendo a indústria internacional. A mudança legislativa entra em vigor no dia 1º de abril de 2020

"O novo cálculo beneficiará as empresas que possuem produtos enquadráveis na Lei de Informática e que dispõem de uma alíquota de IPI baixa, a qual não terá mais nenhum impacto na geração do incentivo fiscal, podendo assim aumentar o retorno do benefício fiscal de tais empresas."

Segundo dados da Abinee (Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica), o faturamento da indústria elétrica e eletrônica fechou o ano de 2019 em R$ 154 bilhões. Nos últimos anos, o investimento das empresas ficou em torno de 1,9% das receitas, o que corresponde a quase R$ 3 bilhões. A previsão para o ano de 2020 é de R$ 3,3 bilhões em investimentos, uma expectativa do aumento de 10% por conta das alterações na Lei de Informática.

Via: Adrenaline
User img

Mariela Cancelier

Jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), fui estagiária do Adrenaline/Mundo Conectado entre 2015 e 2017. Gosto de jogos de luta (o que marcou minha infância foi Tekken 4) e MOBAs. Atualmente sou colaboradora de ambos sites e apareço de vez em quando em alguns vídeos e reviews dos canais.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.

Novos notebooks FE14 e FE15 da VAIO chegam primeiro no Brasil

Novos notebooks FE14 e FE15 da VAIO chegam primeiro no Brasil

Empresa antecipou lançamento dos produtos aqui devido ao aumento na procura de portáteis para home office


WhatsApp reduz duração de vídeos publicados na aba Status durante a quarentena

WhatsApp reduz duração de vídeos publicados na aba Status durante a quarentena

A medida começou a ser aplicada na Índia, para evitar o colapso da internet


Redmi explica a diferença entre o consumo de bateria do 5G e do 4G

Redmi explica a diferença entre o consumo de bateria do 5G e do 4G

Gerente geral da Redmi, Lu Weibing, disse que baterias precisam ser 20% maiores para compensar isso


Governos vão acompanhar quarentena em tempo real rastreando celulares

Governos vão acompanhar quarentena em tempo real rastreando celulares

Parceria com startup In Loco deve fornecer dados da localização de cidadãos


Correios suspende entregas em SC por sete dias devido ao Coronavírus [+UPDATE]

Correios suspende entregas em SC por sete dias devido ao Coronavírus [+UPDATE]

Estado está em situação de emergência por causa da doença COVID-19