Empresa Grow de patinetes e bikes está se retirando de diversas cidades brasileiras
Créditos: Mariana Fonseca/EXAME

Empresa Grow de patinetes e bikes está se retirando de diversas cidades brasileiras

Empresa vai manter apenas o serviço dos patinetes Grin em São Paulo, Rio de Janeiro e Curitiba

A empresa Grow, que é responsável pelos patinetes elétricos da marca Grin e também pelas bicicletas compartilhadas Yellow, está removendo o seu serviço de 14 cidades brasileiras. Segundo o anúncio, as únicas cidades que vão continuar com os transportes nas ruas são São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ) e Curitiba (PR). As demais vão ter os equipamentos recolhidos.

O anúncio da empresa foi feito na última quarta-feira, no dia 22. A Grow está saindo das cidades: Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Campinas (SP), Goiânia (GO), Guarapari (ES), Porto Alegre (RS), Santos (SP), São Vicente (SP), São José dos Campos (SP), Florianópolis (SC), São José (SC), Torres (RS), Vitória (ES) e Vila Velha (ES). A empresa diz estar buscando parceiros, tanto públicos como privados, para fortalecer o negócio e voltar para as cidades.

16/02/2019 às 18:00
Artigo

Patinetes e bicicletas compartilhadas no Brasil, solução ou p...

Entenda como funciona e o que pode mudar com a chegada dessa inovação

O site InfoMoney explica que a fusão entre a brasileira Yellow e a mexicana Grin não estava apresentando os resultados esperados. Os últimos meses os lucros não estavam superando os gastos, o que estava deixando a situação cada vez mais crítica internamente. A decisão foi remover os modelos de transportes das cidades e citadas e diminuir a participação da Yellow, focando mais nos patinetes.

Alguns dos motivos para a decisão, também sendo o site InfoMoney, foi a expansão muito rápida, para 14 cidades em menos de um ano. Além disso o preço estipulados pela empresa eram considerados muito altos pelos usuários brasileiros, algo que não ajudou para a consolidação de um meio alternativo de transporte. Outro fator que atrasou as finanças foi a falta de regulamentação brasileira para os patinetes elétricos, resultando inclusive no recolhimento deles em São Paulo. 

Os equipamentos das cidades que não vão mais ter o serviço vai ser recolhido, passará por uma avaliação de segurança e de viabilidade. Os que estiverem bons vão ser enviados para as cidades que ainda terão o sistema. A Grow confirmou que fará demissões dos funcionários, mas não confirmou qual será a quantidade.

Continua após a publicidade

Em Florianópolis por exemplo, capital de Santa Catarina, o serviço já estava reduzido nos últimos meses e agora os patinetes e bicicletas já estão sendo recolhidos. A empresa falou que os usuários que ainda tiverem créditos no aplicativo podem pedir reembolso no cartão de crédito para ter o valor debitado. 

Via: NSCTotal, InfoMoney
User img

Ana Luiza Pedroso

Ana Luíza é técnica em informática formada pelo Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) e graduanda de Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Compõe o quadro de estagiários do Adrenaline e Mundo Conectado desde 2018, publicando notícias. Aprende muito todos os dias sobre o universo de hardware, games e tecnologia.

O fim do CANAL do RATO BORRACHUDO e o Dilema das Redes Sociais

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.