Lenovo trabalha em novo headset VR standalone corporativo
Créditos: Lenovo

Lenovo trabalha em novo headset VR standalone corporativo

Migare VR S3 foi criado para ser usado por professores e administradores

A Lenovo está trabalhando num novo headset de Realidade Virtual standalone chamado Mirage VR S3, mas que não será comercializado no mercado mainstream para consumidores. Em vez disso, esse é um produto corporativo que tem como público-alvo ser usado por professores em salas de aula ou por administradores.

11/01/2020 às 12:15
Vídeo

Conheça o Lenovo Yoga 5G, notebook sempre conectado com o Sna...

Visitamos o estande da Lenovo na CES 2020 para mostrar o primeiro notebook com 5G

O produto apareceu pela primeira vez num registro de patente para um produto de código Lenovo VR3030S. Nos documentos da empresa, ele está identificado exatamente como um novo headset standalone para Realidade Virtual.

Site oficial: Lenovo Mirage VR S3

Isso significa que, exatamente como o Mirage Solo ou o Oculus Quest, ele não exige que o usuário conecte-o a um computador ou a um smartphone. Ao invés disso, o próprio óculos de VR já possui um processador incorporado que é capaz de renderizar o conteúdo que será exibido.

O Mirage Solo não fez muito sucesso no mercado e dependia da agora extinta plataforma Google Daydream VR. Para evitar que o Mirage VR S3 tenha o mesmo destino, a Lenovo deverá utilizar uma plataforma proprietária desenvolvida para o mercado educacional.

Continua após a publicidade

Segundo a Lenovo, o produto virá com o processador Qualcomm Snapdragon 835 e roda no sistema operacional Android. As suas telas trazem resolução de 1920 x 2160 pixels para cada olho, enquanto o dispositivo é alimentado por uma bateria de 4200mAh.

O headset de Realidade Virtual é carregado usando um cabo USB Tipo-C e ainda vem com um controle simples para permitir a interação com o seu software.

Via: The Verge
User img

Carlos Felipe

Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou parao PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Conheça o Luna! O novo serviço de STREAMING de JOGOS da Amazon

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.