YouTuber é preso por cinco dias por escalar pirâmide de Gizé
Créditos: Vitaly Zdorovetskiy

YouTuber é preso por cinco dias por escalar pirâmide de Gizé

Vitaly Zdorovetskiy vestia um moletom com as frases "parem a guerra" e "ajudem a Austrália"

O YouTuber Vitaly Zdorovetskiy, muito influente também no Instagram, foi preso por escalar Quéops, escolhida por ele por ser a Grande Pirâmide de Gizé. O influenciador escalou a construção histórica e compartilhou como é a visão lá de cima, algo que teria garantido cinco dias de prisão no Egito.

Segundo ele, esses teriam sido dias horríveis na prisão egípcia. Ele também comenta que seu ato não foi feito para ter aprovação de ninguém, na verdade ele buscou isso por uma boa causa, conta ele no Instagram.

Você pode vê-lo escalando no vídeo compartilhado por ele mesmo no Instagram, apesar de ter sido algo ilegal, ele conta que fez isso para chamar atenção para os acontecimentos na Austrália, que passa por intensos incêndios após recorde de seca e intenso calor no país. "Parem a guerra, ajudem a Austrália! Vamos arrecadar dinheiro! Fiz isso por uma boa causa.", comenta Vitaly assim que chega no topo da pirâmide.

Ele conta ainda que voou de Los Angeles ao Egito para escalar uma das mais antigas e históricas construções da humanidade para chamar a atenção do mundo para os acontecimentos importantes como a necessidade de ajudar financeiramente a Austrália a se recuperar dos incêndios. Ele chegou a criar uma campanha de financiamento coletivo no GoFundMe, já cancelada.

A penalidade saiu barata pra Vitaly, mas o Egito está trabalhando em maneiras mais dura de punir quem viola suas construções históricas. Segundo a mais recente aprovação do governo, quem for pego passará um mês na prisão e terá que pagar o mínimo de U$630 a U$6315. As punições podem ser ainda mais severas caso sejam atos de violência, talvez por isso o influenciador tenha saído numa boa.

Fonte: Vitaly (Instagram)

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.