SpaceX vai lançar o Falcon 9 em teste de segurança amanhã; veja como assistir

SpaceX vai lançar o Falcon 9 em teste de segurança amanhã; veja como assistir

Espaçonave Crew Dragon deverá se separar do foguete sem problemas

A SpaceX vai lançar uma missão de teste com o foguete Falcon 9 amanhã (18) mas, provavelmente, o modelo será muito afetado no processo. O evento serve para testar se a espaçonave Crew Dragon da empresa pode fazer a separação do foguete em situações conforme o protocolo. Espectadores que estiverem no NASA Kennedy Space Center Visitor Complex, nos Estados Unidos, poderão companhar o processo de perto. 

Você pode assistir o streaming do teste no canal do YouTube da SpaceX. Também deixamos o vídeo da transmissão aqui embaixo com a contagem regressiva. O evento começa às 10h (horário de Brasília).

A experiência pretende testar se a Crew Dragon consegue realizar uma "fuga" após o lançamento do Falcon 9. Essa é uma simulação para caso haja prováveis emergência a bordo. O teste também vai ajudar a SpaceX a certificar que o sistema é seguro para enviar astronautas à Estação Espacial Internacional e trazê-los de volta

Este é o último passo antes de oficializar as viagens de astronautas para a estação. Para testar o sistema de escape da tripulação, alguns riscos deverão ser levados em conta:

A falha no lançamento será simulada desligando os nove motores Merlin 1D da primeira etapa, cerca de 90 segundos após o foguete sair do chão. Se tudo der certo, os computadores da Crew Dragon devem entender o desligamento dos motores como uma perda de impulso e, logo em seguida, vão ativar os oito motores SuperDraco da espaçonave para se separar do foguete.

Quando a cápsula Crew Dragon estiver a uma distância segura do Falcon 9, o Crew Dragon vai abrir seus paraquedas e pousar no Oceano Atlântico, onde os navios da empresa devem resgatar a cápsula "e a tripulação". É importante lembrar que o teste não acontece com uma tripulação a bordo.

12/11/2019 às 09:39
Notícia

SpaceX lança ao espaço 60 satélites Starlink para oferecer in...

Projeto de internet global da empresa vai precisar de 12 mil satélites em órbita

Continua após a publicidade

o Falcon 9 pode ser desintegrado no processo. Com os motores remotamente desligados, ele não terá controle e provavelmente vai se romper no espaço devido às forças aerodinâmicas. Por causa disso, a SpaceX declarou que não vai tentar recuperar o primeiro estágio. Mas se a Crew Dragon não se separar, a empresa vai tentar recuperar todos os detritos flutuantes no Oceano Atlântico. 

Fonte: Nasa Space Flight
User img

Mariela Cancelier

Jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), fui estagiária do Adrenaline/Mundo Conectado entre 2015 e 2017. Gosto de jogos de luta (o que marcou minha infância foi Tekken 4) e MOBAs. Atualmente sou colaboradora de ambos sites e apareço de vez em quando em alguns vídeos e reviews dos canais.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.