SpaceX vai lançar o Falcon 9 em teste de segurança amanhã; veja como assistir

SpaceX vai lançar o Falcon 9 em teste de segurança amanhã; veja como assistir

Espaçonave Crew Dragon deverá se separar do foguete sem problemas

A SpaceX vai lançar uma missão de teste com o foguete Falcon 9 amanhã (18) mas, provavelmente, o modelo será muito afetado no processo. O evento serve para testar se a espaçonave Crew Dragon da empresa pode fazer a separação do foguete em situações conforme o protocolo. Espectadores que estiverem no NASA Kennedy Space Center Visitor Complex, nos Estados Unidos, poderão companhar o processo de perto. 

Você pode assistir o streaming do teste no canal do YouTube da SpaceX. Também deixamos o vídeo da transmissão aqui embaixo com a contagem regressiva. O evento começa às 10h (horário de Brasília).

A experiência pretende testar se a Crew Dragon consegue realizar uma "fuga" após o lançamento do Falcon 9. Essa é uma simulação para caso haja prováveis emergência a bordo. O teste também vai ajudar a SpaceX a certificar que o sistema é seguro para enviar astronautas à Estação Espacial Internacional e trazê-los de volta

Este é o último passo antes de oficializar as viagens de astronautas para a estação. Para testar o sistema de escape da tripulação, alguns riscos deverão ser levados em conta:

A falha no lançamento será simulada desligando os nove motores Merlin 1D da primeira etapa, cerca de 90 segundos após o foguete sair do chão. Se tudo der certo, os computadores da Crew Dragon devem entender o desligamento dos motores como uma perda de impulso e, logo em seguida, vão ativar os oito motores SuperDraco da espaçonave para se separar do foguete.

Quando a cápsula Crew Dragon estiver a uma distância segura do Falcon 9, o Crew Dragon vai abrir seus paraquedas e pousar no Oceano Atlântico, onde os navios da empresa devem resgatar a cápsula "e a tripulação". É importante lembrar que o teste não acontece com uma tripulação a bordo.

12/11/2019 às 09:39
Notícia

SpaceX lança ao espaço 60 satélites Starlink para oferecer in...

Projeto de internet global da empresa vai precisar de 12 mil satélites em órbita

o Falcon 9 pode ser desintegrado no processo. Com os motores remotamente desligados, ele não terá controle e provavelmente vai se romper no espaço devido às forças aerodinâmicas. Por causa disso, a SpaceX declarou que não vai tentar recuperar o primeiro estágio. Mas se a Crew Dragon não se separar, a empresa vai tentar recuperar todos os detritos flutuantes no Oceano Atlântico. 

Fonte: Nasa Space Flight
User img

Mariela Cancelier

Jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), fui estagiária do Adrenaline/Mundo Conectado entre 2015 e 2017. Gosto de jogos de luta (o que marcou minha infância foi Tekken 4) e MOBAs. Atualmente sou colaboradora de ambos sites e apareço de vez em quando em alguns vídeos e reviews dos canais.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.

SpaceX busca financiamento de US$ 250 milhões para projetos

SpaceX busca financiamento de US$ 250 milhões para projetos

Empresa de Elon Musk é atualmente avaliada em US$ 33,3 bilhões


SpaceX deve levar primeiros turistas ao espaço em 2021

SpaceX deve levar primeiros turistas ao espaço em 2021

Empresa diz que início de 2022 seria a data limite para começar as viagens


Booster do foguete usado no quinto lançamento de satélites Starlink ficou no oceano

Booster do foguete usado no quinto lançamento de satélites Starlink ficou no oceano

Esse é o quarto impulsionador que a companhia espacial perde no mar


SpaceX lança quinto lote de satélites Starlink

SpaceX lança quinto lote de satélites Starlink

Os 60 satélites foram colocados em órbita pelo foguete Falcon 9


Elon Musk responde Sacha Baron Cohen com #DeleteFacebook no Twitter

Elon Musk responde Sacha Baron Cohen com #DeleteFacebook no Twitter

Fundador da SpaceX usou a hashtag em resposta a uma thread do comediante