Madri quer tirar Mobile World Congress de Barcelona após polêmica com 5G
Créditos: Reuters

Madri quer tirar Mobile World Congress de Barcelona após polêmica com 5G

Prefeitura da cidade que sedia a MWC publicou texto criticando o novo padrão de conexão

A presidente da Comunidade de Madri, Isabel Díaz Ayuso, disse hoje que pretende mudar a sede da Mobile World Congress, grande evento de tecnologia que acontece anualmente em Barcelona. O objetivo é levar a feira para a capital da Espanha, que "possui estrutura" para se tornar a nova casa da MWC.

As intenções de Isabel Díaz Ayuso foram reveladas durante uma entrevista para a agência de notícias Europa Press, em que a parlamentar disse já estar em contato com os organizadores da feira. "Madri está preparada para acolher qualquer evento, independente da magnitude e das dificuldades", explicou a presidente da região. "Estamos preparados para acolher a Mobile. Vamos correr atrás disso".


Isabel Díaz Ayuso. Imagem: Europa Press/Reprodução

A ideia de mover o evento para a capital da Espanha está relacionada aos movimentos separatistas na Catalunha, província que inclui Barcelona e abriga a MWC atualmente. Os protestos a favor da independência da região tem causado problemas na agenda de eventos espanhóis e Isabel Díaz Ayuso teme que a situação afaste os organizadores da Mobile World Congress.

Tensões geradas pelo 5G 
24/07/2019 às 20:01
Artigo

5G faz mal à saúde? Conversamos com o deputado que quer proib...

Veja como a desinformação pode até virar lei; Qualcomm e ACATE comentam o caso

O anúncio também foi feito pouco tempo depois da Câmara Municipal de Barcelona publicar um texto, já retirado do ar, com o título "5G não é inofensivo" e sugerindo uma reavaliação da chegada da conexão na região. Assim como aconteceu em um projeto de lei brasileiro, a publicação dizia que o novo padrão de conexão poderia trazer danos ambientais e para a saúde.

Segundo o El Periodico, o caso teria gerado um "mal-estar" nos empresários que investem em Barcelona, o que acabou levantando sinais de alerta para a possível saída do evento da cidade e motivado o posicionamento de Isabel Díaz Ayuso.

Ada Colau, atual prefeita de Barcelona, disse que a chefe da região de Madri está "alimentando uma polêmica". "Anos de trabalho duro e colaboração entre administrações", comentou a política no Twitter. "Essa é a chave por trás de eventos como a Mobile World Congress que a senhora Ayuso parece desconhecer."

A MWC 2020 acontecerá em Barcelona entre 24 e 27 de fevereiro.

Via: El Periodico, El País Fonte: Europa Press
User img

Mateus Mognon

Mateus Mognon é formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Vencedor do prêmio SET Universitário na Categoria Reportagem Digital, atua nos sites do grupo Adrenaline desde 2014. Atualmente, colabora para os veículos com notícias, análises e artigos envolvendo tecnologia e games.

Conheça o Luna! O novo serviço de STREAMING de JOGOS da Amazon

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.