DJI apoia com restrições a posição da FAA de rastrear drones nos EUA
Créditos: DJI

DJI apoia com restrições a posição da FAA de rastrear drones nos EUA

Empresa sugere uso de versão gratuita do Remote ID que não exige conexão de internet móvel

A fabricante chinesa de eletrônicos DJI se posicionou oficialmente sobre a proposta da Administração Federal de Aviação (FAA) de rastrear os drones comerciais nos Estados Unidos. Em comunicado oficial emitido nesta semana, a empresa declarou apoiar a iniciativa, mas apresentou restrições à maneira como o órgão governamental pretende implementá-la.

30/12/2019 às 13:38
Notícia

DJI analisa proposta da FAA para identificação remota de dron...

Proposta da FAA descreve sua própria abordagem para identificar os drones em voo.

Segundo um porta-voz da companhia, o maior problema está na variante da tecnologia Remote ID que a FAA quer implementar. Na proposta atual, seria necessário que os usuários de drones afetados pela legislação pagassem uma assinatura mensal para uma empresa privada, que ficaria responsável por rastrear os drones.

A equipe da DJI propõe que um modelo diferente seja implementado. De acordo com eles, trata-se de uma opção mais simples, mais fácil e gratuita. Ou seja, seria possível implementar o Remote ID sem a necessidade de uma conexão de dados móveis ou da assinatura de um serviço pago de rastreamento.

A DJI tem apoiado a iniciativa desde 2017, ano em que eles começaram a implementar voluntariamente o Remote ID em seus drones para consumidores. A empresa ainda tem feito lobby para que os governos exijam a tecnologia e que as outras companhias da indústria adotem-na. A fabricante chinesa passou os últimos 18 meses desenvolvendo um padrão aberto para o Remote ID, que foi demonstrado publicamente em novembro de 2019.

Continua após a publicidade
Fonte: DJI
User img

Carlos Felipe

Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou parao PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.