Philips acusa Fitbit e Garmin de violarem suas patentes de smartwatches
Créditos: Philips

Philips acusa Fitbit e Garmin de violarem suas patentes de smartwatches

Comissão de Comércio Internacional dos EUA confirmou abriu investigação para o caso

Representantes da Philips estão acusando a Fitbit e a Garmin de violarem quatro de suas patentes de smartwatches, que vão desde rastreamento de movimentos até notificações de alarmes. A Comissão de Comércio Internacional dos Estados Unidos (USITC) divulgou um comunicado onde confirma que irá lançar uma investigação sobre o caso.

13/12/2019 às 20:49
Notícia

Philips estaria trabalhando em novos modelos de lâmpadas exte...

Catálogo vazado da empresa mostra opções inéditas e versões atualizadas

Segundo o órgão governamental, há ainda outras duas empresas do mercado de vestíveis, ambas chinesas, que serão afetadas pelas apurações. A reclamação da Philips foi protocolada no dia 10 de dezembro de 2019. A promessa da USITC é que uma data para o fim da investigação será divulgada dentro dos próximos 45 dias.

Site oficial: Philips Health Watch

"A USITC ainda não tomou qualquer decisão sobre os méritos do caso. A USITC irá trazer uma determinação final da investigação dentro do menor tempo prático possível".
Comunicado oficial da Comissão de Comércio Internacional dos EUA

Fonte: Philips

Como explica o site The Verge, o caso está centrado em quatro patentes de propriedade da Philips. A principal delas envolve a identificação de diferentes movimentos dos braços do usuário a partir do uso de um acelerômetro. Essas funcionalidades inclusive podem funcionar em conjunto com a leitora do oxímetro de pulso.

"Nós acreditamos que essas alegações não possuem mérito e são um resultado da falha da Philips em ser bem-sucedida no mercado de vestíveis".
Porta-voz da Fitbit

As outras patentes envolvem um sistema de notificação de alarmes e métodos de 
Actigrafia – o que inclui eletrocardiografia e monitor de respiração. Par completar, há ainda o registro de uma propriedade intelectual da Philips que descreve um tipo de monitor de atividades que reduz a quantidade de energia consumida durante a operação de monitoramento.

"A Philips espera que as outras empresas irão respeitar a propriedade intelectual da Philips, da mesma maneira que a Philips respeita as propriedades intelectuais das outras empresas".
Porta-voz da Philips

Todas as três empresas competem no mercado de vestíveis para monitoramento de saúde. Só que os produtos da Philips e da Garmin são mais bem-sucedidos do que soluções como o Phlips Heatlh Watch. 

Via: USITC, The Verge

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.

Gráfico mostra sistemas operacionais mais utilizados entre 2003 e 2019 - Confira o vídeo!

Gráfico mostra sistemas operacionais mais utilizados entre 2003 e 2019 - Confira o vídeo!

As diversas versões do Windows mantiveram o primeiro lugar o tempo todo


SpaceX lançará 60 satélites Starlink no dia 29 de janeiro

SpaceX lançará 60 satélites Starlink no dia 29 de janeiro

Decolagem será transmitida ao vivo pela internet


Positivo Wise N1212S é notebook híbrido para salas de aula

Positivo Wise N1212S é notebook híbrido para salas de aula

Produto foi apresentado em parceira com a Microsoft no BETT Show, em Londres


Smartwatch Redmi recebe certificação na Índia e deve chegar em breve

Smartwatch Redmi recebe certificação na Índia e deve chegar em breve

Vestível inteligente deverá ser uma nova versão Mi Band


Logo oficial da US Space Force é muito parecida com a de Star Trek

Logo oficial da US Space Force é muito parecida com a de Star Trek

O presidente dos EUA Donald Trump revelou o design da força militar no Twitter