Philips acusa Fitbit e Garmin de violarem suas patentes de smartwatches
Créditos: Philips

Philips acusa Fitbit e Garmin de violarem suas patentes de smartwatches

Comissão de Comércio Internacional dos EUA confirmou abriu investigação para o caso

Representantes da Philips estão acusando a Fitbit e a Garmin de violarem quatro de suas patentes de smartwatches, que vão desde rastreamento de movimentos até notificações de alarmes. A Comissão de Comércio Internacional dos Estados Unidos (USITC) divulgou um comunicado onde confirma que irá lançar uma investigação sobre o caso.

13/12/2019 às 20:49
Notícia

Philips estaria trabalhando em novos modelos de lâmpadas exte...

Catálogo vazado da empresa mostra opções inéditas e versões atualizadas

Segundo o órgão governamental, há ainda outras duas empresas do mercado de vestíveis, ambas chinesas, que serão afetadas pelas apurações. A reclamação da Philips foi protocolada no dia 10 de dezembro de 2019. A promessa da USITC é que uma data para o fim da investigação será divulgada dentro dos próximos 45 dias.

Site oficial: Philips Health Watch

Fonte: Philips

Como explica o site The Verge, o caso está centrado em quatro patentes de propriedade da Philips. A principal delas envolve a identificação de diferentes movimentos dos braços do usuário a partir do uso de um acelerômetro. Essas funcionalidades inclusive podem funcionar em conjunto com a leitora do oxímetro de pulso.

Continua após a publicidade

As outras patentes envolvem um sistema de notificação de alarmes e métodos de 
Actigrafia – o que inclui eletrocardiografia e monitor de respiração. Par completar, há ainda o registro de uma propriedade intelectual da Philips que descreve um tipo de monitor de atividades que reduz a quantidade de energia consumida durante a operação de monitoramento.

Todas as três empresas competem no mercado de vestíveis para monitoramento de saúde. Só que os produtos da Philips e da Garmin são mais bem-sucedidos do que soluções como o Phlips Heatlh Watch. 

Via: USITC, The Verge
User img

Carlos Felipe

Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou parao PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.