Twitter permitirá que os usuários limitem quem pode ou não responder aos seus tweets
Créditos: Getty Images

Twitter permitirá que os usuários limitem quem pode ou não responder aos seus tweets

Os novos controles estarão disponíveis ainda em 2020.

O Twitter está trabalhando em mais uma forma de permitir que os usuários reduzam o assédio em suas menções: limitar quem pode ou não responder aos tweets. Este recurso ainda em desenvolvimento permitirá que o usuário especifique quem pode participar da conversa.

29/11/2019 às 08:40
Notícia

Twitter testa o suporte para árvore de conversas

Formato de mensagens e respostas parece ter sido inspirado no Reddit

Além da opção padrão que permite que qualquer um responda (Global), você pode limitar as respostas às pessoas que você segue e menciona (Group), apenas as pessoas incluídas na conversa (Panel) ou ninguém (Statement). Você não precisará mais tornar sua conta privada apenas para evitar mensagens indesejadas. Os novos controles estarão disponíveis ainda em 2020, mas nenhuma data específica foi divulgada.

Você também pode esperar outras melhorias no serviço de microblog. Você verá uma exibição de conversa específica com threading, e a interface de discussão que apareceu pela primeira vez no aplicativo de teste do Twitter chegará ao aplicativo principal nos próximos meses. As listas também estão recebendo melhorias, incluindo a personalização da exibição da lista, bem como telas que ajudarão você a encontrar listas úteis.

Isso não impedirá menções não solicitadas e você ainda terá que lidar com mensagens diretas indesejadas se você deixar a opção para receber Mensagens Diretas de qualquer pessoa habilitada:

Twitter permitirá que os usuários limitem quem pode ou não responder aos seus tweets

Continua após a publicidade

Ainda assim, isso pode mudar significativamente a forma como as pessoas interagem com o Twitter. Você pode ser menos propenso a abandonar o serviço se você sabe que pode limitar bate-papos sobre certos assuntos para incluir apenas pessoas que podem contribuir para a discussão. 

As mudanças também podem incentivar o uso do serviço por celebridades, políticos e pessoas importantes sem que eles precisem aturar uma enxurrada de respostas indesejadas ou mal-educadas.
 

Fonte: Engadget
User img

Fabio Rosolen

O fim do CANAL do RATO BORRACHUDO e o Dilema das Redes Sociais

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.