TCL apresenta conceito mais simples de celular dobrável
Créditos: ZLATA IVELEVA/MASHABLE

TCL apresenta conceito mais simples de celular dobrável

Smartphone não traz câmera frontal e nem uma segunda tela quando dobrado

A TCL, durante CES 2020, apresentou um celular dobrável muito menos extravagante do que os demonstrados por Samsung e Huawei no ano passado. O novo celular que dobra da empresa é mais simples, e é apenas um conceito, não há uma verdeira intenção fabricar o gadget.

Dois detalhes tornam este dobrável realmente mais simples, o primeiro é que não há um câmera selfie, o que é realmente estranho em 2020, já que muitas pessoas utilizam mais este item do que a própria câmera traseira. Além disso, a câmera selfie também pode ser utilizada para conversas online e videoconferências em geral.

Outro ponto é que não há uma tela externa, ou seja, quando está fechado não pode ser utilizado, diferente dos modelos que já conferimos, que oferecem a opção de poderem ser utilizados em uma forma mais compacta, também algo que pode deixar um dobrável mais interessante.

De qualquer forma, é um modelo conceito e ajuda a repensar como smartphones dobráveis podem ser feitos, afinal de contas, caso as empresas queiram deixá-los mais populares, é necessário deixá-los mais simples primeiro, algo que a Samsung está trabalhando.

Samsung Galaxy Fold 2 não virá com
Qualcomm Snapdragon 865 [Rumor]

Um dos destaques do aparelho está em sua traseira, que é espelhada e traz um efeito geométrico diferenciado. Entre as especificações do dispositivo podemos mencionar as quatro câmeras traseiras com a adição do Flash logo abaixo delas. A tela é de 7.2 polegadas, garantindo uma boa visibilidade de conteúdos audiovisuais e dando espaço para trabalhar com multitarefa. É possível assistir a um filme enquanto fica de olho em um chat ou em algum outro aplicativo de interesse.

Continua após a publicidade

Segundo Brenda Stolyar, redatora do site Mashable que testou o gadget, o celular conceito da TLC precisaria de diversas melhorias antes de ir ao mercado, a começar pelo sistema que é lento quando você digita algo. Apesar disso, ela reforça, não há muito sentido em ser muito crítico com um celular conceito, a empresa está se acertando para lançar um dobrável quando se sentir confortável para isso.

Via: Mashable

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.