Insta360 lança oficialmente a One R, sua câmera de ação totalmente modular
Créditos: Insta360

Insta360 lança oficialmente a One R, sua câmera de ação totalmente modular

A câmera pode ser utilizada com três diferentes lentes e os valores começam em US$299

A Insta360 lançou oficialmente a sua nova câmera de ação totalmente modular, a One R, durante a CES 2020. O grande diferencial desse modelo é a possibilidade de troca de lentes, permitindo captar imagens com ângulos de 360 graus ou até uma grande angular comum, sem precisar de outro equipamento. O dispositivo em si é uma tela touchscreen, com todos os componentes de hardware da câmera sob o display, uma bateria que é conectada a lente. 

Site do produto

A câmera foi desenvolvida com parceria com a Leica, que auxiliou principalmente nos módulos das lentes. Os três diferentes modos disponíveis no momento são:

  • Lente de 360 graus, com resolução para gravar vídeos em até 5,7 K;
  • Lente com distância focal equivalente a 16,4 mm, com resolução para gravar vídeos em até 4K a 60 fps; 
  • Lente grande angular com sensor de 1 polegada e distância focal equivalente a 14,4 mm, com resolução de 5,3K a 30fps ou 4K a 60fps ou 1080p a 120fps. 

Todos os módulos de câmera podem ser encaixados como peças de Lego, que são fixadas pelos pinos presentes em cada componente. Eles são divididos basicamente em três partes: parte principal com a tela, que é conectada a bateria e a lente, a imagem abaixo ilustra como ela é desmontada: 

Todos os três módulos podem gravar no formato Raw e usar a estabilização FlowState do Insta360. Há aprimoramentos para captação de imagens com baixa luminosidade, e também há a codificação de vídeo H.265. A tela que é conectada a câmera pode ser usada tanto voltada para trás, como para frente, dependendo da necessidade do usuário.

Algumas outras funcionalidades presentes na câmera são: captura em 360 graus, ângulos de 4K, estabilização de vídeos, resistência à água de até 5m, pau de selfie invisível, câmera lenta, controle de voz, regulagem para otimização de fotos noturnas, foco fixo, entre outras coisas. Você pode conferir todas as funções na imagem abaixo:

 

Continua após a publicidade

O pau de selfie invisível dá um efeito de acompanhamento com drones. Isso porque as imagens são captadas do alto, e a própria câmera tira o objeto que o usuário está segurando. Assim, parece que a câmera está suspensa no alto, mesmo que esteja apoiada na mão. Na imagem abaixo é possível ver que o usuário está segurando algo, mas a edição tira o objeto. Em imagens 360 graus, onde o personagem captar o que estiver a sua frente, o efeito é ainda mais real.

Para conferir alguns dos exemplos captados pela Insta360, com o efeito citado, veja o vídeo abaixo:

É possível fazer algumas edições de imagem simples diretamente pela câmera, usando a sua tela touchscreen. Apesar disso, a Insta360 disponibiliza um aplicativo próprio - tanto para dispositivos mobile como para desktops - para fazer edições mais complexas. A empresa fez algumas melhorias em seu sistema, que permite que as imagens possam ser editadas sem fazer o download para o dispositivo, sincronizadas via Wi-Fi. 

Para mais informações sobre a câmera modular, você pode acessar o site do produto clicando aqui. Ela está disponível no site oficial por preços a partir de US$299, cerca de R$1.200, em conversão direta. Dependendo dos acessórios que são adicionados, os valores aumentam proporcionalmente. A versão mais cara disponível no site chega a US$549,99 (R$2.230), mas a empresa permite que o usuário crie o seu próprio combo. Até o momento, está disponível apenas para o mercado dos EUA.

Via: DPreview, PhotoRumors
User img

Ana Luiza Pedroso

Ana Luíza é técnica em informática formada pelo Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) e graduanda de Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Compõe o quadro de estagiários do Adrenaline e Mundo Conectado desde 2018, publicando notícias. Aprende muito todos os dias sobre o universo de hardware, games e tecnologia.

O fim do CANAL do RATO BORRACHUDO e o Dilema das Redes Sociais

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.