Pesquisadores desenvolvem bateria capaz de manter smartphone ligado por 5 dias
Créditos: Computer World / Reprodução

Pesquisadores desenvolvem bateria capaz de manter smartphone ligado por 5 dias

Nova bateria de sulfato de lítio é considerada a “mais eficiente do mundo”

Smartphones têm apresentado grandes saltos tecnológicos em espaços de tempo cada vez menores. Enquanto telas, câmeras e processadores estão evoluindo em ritmo constante, o mesmo não pode ser dito com relação às baterias. Pesquisadores australianos, no entanto, publicaram um estudo que pode ajudar a virar o jogo neste sentido. Eles afirmam ter criado a bateria de sulfato de lítio (Li-S) “mais eficiente do mundo” até o momento.

Pesquisadores da Universidade Monarch - Créditos: Universidade Monash

De acordo com os pesquisadores, da Universidade Monash, a bateria é capaz de manter um smartphone carregado durante cinco dias seguidos. Mantidas as devidas proporções, esta bateria também seria capaz de dar a um veículo elétrico uma autonomia de mais de 1000 quilômetros. A tecnologia aplicada é ecologicamente correta devido a seu impacto ambiental reduzido. Ainda segundo os pesquisadores, o processo de fabricação desta bateria também tem um custo “extremamente baixo".

As baterias de íon-lítio são as mais comuns no mercado. Apesar de as alternativas de sulfato de lítio possuírem maior densidade de energia, elas tendem a ter uma vida útil muito mais reduzida – segundo especialistas o grande obstáculo está na "natureza isolante" do enxofre e na degradação do ânodo metálico de lítio.

25/12/2019 às 15:33
Notícia

IBM descobre tecnologia de bateria de iodeto que seria superi...

Cientistas da firma encontraram design que não usa metais pesados como íons de lítio

Segundo o recente estudo, publicado na revista Science Advances, a equipe da Austrália conseguiu refazer as ligações nos cátodos de enxofre para ajudá-los a lidar com cargas mais altas sem diminuir a capacidade, desempenho ou estabilidade.

Em comunicado à imprensa, o pesquisador Mainak Majumder afirmou que este trabalho "revolucionará o mercado australiano de veículos e proporcionará a todos os australianos um mercado de energia mais limpo e confiável".

Continua após a publicidade

O grupo já tem uma patente registrada aprovada para a nova tecnologia. Alguns dos maiores fabricantes mundiais de baterias de lítio na China e na Europa já manifestaram interesse em aumentar a produção, com mais testes a serem realizados na Austrália no início de 2020.

Via: CNN Business, Engadget Fonte: Universidade Monash
User img

Gabriel Tagarro

Formado em jornalismo pela Universidade Castelo Branco, é apaixonado por games desde 1994, quando ganhou um Master System. Joga de tudo um pouco, seja no PC ou no console. Ama tecnologia e escreve com prazer sobre tudo que a envolve.

O fim do CANAL do RATO BORRACHUDO e o Dilema das Redes Sociais

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.