Mercado de música dos EUA agora é 80% streaming, tendo saltado de 7% em 2010
Créditos: Cla Lone Star

Mercado de música dos EUA agora é 80% streaming, tendo saltado de 7% em 2010

Venda de mídias físicas, que ainda era maior parte em 2010, agora soma apenas 9%

A venda de mídias físicas para distribuição de música, filmes e jogos está acabando, isso todos sabemos. Mas é sempre interessante ver alguns dados concretos do que esse "estar acabando" realmente significa. A Associação da Indústria de Gravadora da América (RIAA - sigla em inglês) divulgou um gráfico bem ilustrativo de como evoluiu o consumo de músicas nos EUA na última década, com a opção do streaming saltando de apenas 7% do mercado para esmagadores 80% atualmente.

Colocando esses valores em números concretos, são aproximadamente 1,5 milhão de assinaturas saltando para 61 milhões em apenas dez anos. O streaming comeu a fatia não só da venda física, que ainda era a maior parte com 52% em 2010, mas também o download digital de músicas, que representava 38% no início da década e encolheu para 9% também atualmente.

31/10/2019 às 19:46
Notícia

Spotify Kids é o novo aplicativo de músicas voltado ao públic...

Aplicativo contará com diversas músicas, trilhas sonoras e histórias criadas exclusivamente para as c...

Claro que o que possibilitou a rápida popularização do streaming foram as mudanças bruscas nos hábitos das pessoas, principalmente por causa dos smartphones. Em 2010, segundo dados citados pelo Engadget, apenas 35% dos norte-americanos tinha um smartphone, enquanto hoje em dia este número saltou para 81%. Enquanto isso, o Spotify surgiu em 2011, seguido do Apple Music em 2014 e, agora, há diversas opções de streaming de músicas, incluindo o YouTube Music e o Amazon Prime Music. Além de sua facilidade e praticidade, o streaming acabou se popularizando também por causa da limitação da capacidade dos celulares. Em vez de baixar todas as músicas no aparelho, o usuário pode fazer o streaming de milhares de músicas sem encher a memória do dispositivo.

Já o pessoal mais nostálgico, também não está interessado em comprar CDs. Na verdade, tem crescido de maneira surpreendente as vendas de discos de vinil nos EUA. A RIAA divulgou também um gráfico mostrando o crescimento da renda das vendas desse tipo de produto, que saltou de US$ 50 milhões em 2009 para quase US$ 450 milhões atualmente:

Fonte: Engadget, RIAA
User img

João Gabriel Nogueira

João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline e o Mundo Conectado, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

A GoPro HERO9 Black chegou - praticamente PERFEITA!

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.