Mercado de música dos EUA agora é 80% streaming, tendo saltado de 7% em 2010
Créditos: Cla Lone Star

Mercado de música dos EUA agora é 80% streaming, tendo saltado de 7% em 2010

Venda de mídias físicas, que ainda era maior parte em 2010, agora soma apenas 9%

A venda de mídias físicas para distribuição de música, filmes e jogos está acabando, isso todos sabemos. Mas é sempre interessante ver alguns dados concretos do que esse "estar acabando" realmente significa. A Associação da Indústria de Gravadora da América (RIAA - sigla em inglês) divulgou um gráfico bem ilustrativo de como evoluiu o consumo de músicas nos EUA na última década, com a opção do streaming saltando de apenas 7% do mercado para esmagadores 80% atualmente.

Colocando esses valores em números concretos, são aproximadamente 1,5 milhão de assinaturas saltando para 61 milhões em apenas dez anos. O streaming comeu a fatia não só da venda física, que ainda era a maior parte com 52% em 2010, mas também o download digital de músicas, que representava 38% no início da década e encolheu para 9% também atualmente.

31/10/2019 às 19:46
Notícia

Spotify Kids é o novo aplicativo de músicas voltado ao públic...

Aplicativo contará com diversas músicas, trilhas sonoras e histórias criadas exclusivamente para as c...

Claro que o que possibilitou a rápida popularização do streaming foram as mudanças bruscas nos hábitos das pessoas, principalmente por causa dos smartphones. Em 2010, segundo dados citados pelo Engadget, apenas 35% dos norte-americanos tinha um smartphone, enquanto hoje em dia este número saltou para 81%. Enquanto isso, o Spotify surgiu em 2011, seguido do Apple Music em 2014 e, agora, há diversas opções de streaming de músicas, incluindo o YouTube Music e o Amazon Prime Music. Além de sua facilidade e praticidade, o streaming acabou se popularizando também por causa da limitação da capacidade dos celulares. Em vez de baixar todas as músicas no aparelho, o usuário pode fazer o streaming de milhares de músicas sem encher a memória do dispositivo.

Já o pessoal mais nostálgico, também não está interessado em comprar CDs. Na verdade, tem crescido de maneira surpreendente as vendas de discos de vinil nos EUA. A RIAA divulgou também um gráfico mostrando o crescimento da renda das vendas desse tipo de produto, que saltou de US$ 50 milhões em 2009 para quase US$ 450 milhões atualmente:

Fonte: Engadget, RIAA
User img

João Gabriel Nogueira

João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline e o Mundo Conectado, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.

Youtube Music agora aceita fazer upload de músicas para biblioteca pessoal

Youtube Music agora aceita fazer upload de músicas para biblioteca pessoal

Veja como usar a novidade no computador


Spotify tem crescimento

Spotify tem crescimento "exponencial" de podcasts e alcança 124 milhões de assinaturas

Serviço de streaming talvez em breve não tenha mais as músicas como principal negócio