Apple patenteia alto-falantes virtuais que simulam sons de qualquer lugar do quarto
Créditos: USPTO

Apple patenteia alto-falantes virtuais que simulam sons de qualquer lugar do quarto

Os documentos arquivados pela companhia dão conta tanto de fones de ouvido quanto de MacBooks

A Apple teve deferido o pedido de registro de uma nova patente que descreve alto-falantes virtuais capazes de simular sons vindos de qualquer lugar de um ambiente. Essa tecnologia pode ser implementada tanto em fones de ouvido da companhia quanto em alto-falantes de MacBook.

31/12/2019 às 15:41
Notícia

Receita Federal promove novo leilão com iPhones e Apple Watches

Usuários podem encontrar smartwatch partindo de R$ 500 e iPhone XS começando com R$ 700

De acordo com o site The Verge, essa tecnologia poderá eventualmente servir como base para a criação de aplicações de áudio mais imersivas. Ele é a sequência do trabalho que a companhia tem feito com uma patente anterior, que permitia que os usuários ouvissem onde as pessoas estão localizadas numa sala ou num quarto. Para isso, era preciso usar fones de ouvido específicos.

A tecnologia da nova patente da Apple vem na forma de um sistema virtual acústico que funciona através do cancelamento de diafonia. Isso faz com que os usuários sintam que o som vem de um lugar diferente daquele onde estão os alto-falantes. A diafonia, no caso, se trata das ondas de som que se sobrepõem antes das orelhas do usuário receberem o conteúdo dos canais esquerdo e direito do alto-falante.

O efeito desejado pelos engenheiros da empresa é permitir que os sinais de áudio contenham "sinais de espaço" que permitam que os sons sejam posicionados de maneira virtual num local específico do ambiente. A patente foi registrada originalmente pela Apple em 2018.

O sistema descrito na patente pode ser usada para aumentar a sensação de que se está no local do conteúdo que se está assistindo. Isso pode ser especialmente útil em transmissões esportivas, por exemplo.

Via: The Verge
User img

Carlos Felipe

Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou parao PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.