Empresa chinesa começa a testar drone armado de vigilância
Créditos: Mashable

Empresa chinesa começa a testar drone armado de vigilância

Ele é capaz de lançar mísseis com alcance de até 1km de distância

Os drones estão ganhando usos diversos e surpreendendo cada vez mais, é muito provável que em um futuro não muito distante eles ocupem as cidades com funções variadas, envolvendo entregas, transporte em geral e até vigilância. Uma empresa chinesa revelou estar testando um pequeno drone capaz de atacar, ele é feito para vigiar ruas e pode reconhecer pessoas e automóveis, sendo capaz de atirar contra ambos. O nome escolhido para esta pequena arma voadora é Tianyi, e pode ser utilizada em ambientes abertos ou em cidades movimentadas.

Vereadores de Nova York defendem uso
de drones para inspecionar construções

Entre os grandes destaques tecnológicos que a aeronave trará está o infravermelho com visão noturna, podendo cooperar em missões militares durante a noite e também em patrulhas noturnas de segurança. Para deixar esse drone ainda mais poderoso, ele tem mísseis de 50mm que podem ser atirados de uma distância de até 1km. Seu sistema inteligente permite que ele seja capaz de atirar através de janelas.

Apesar de sua fabricação na China, a fabricante espera ser capaz de enviá-lo ao mundo todo. Entretanto, no país asiático pode ter desdobramentos imediatos, levando em consideração as tecnologias implantadas nas ruas da China nos últimos anos. Chineses protestam contra a falta de privacidade e controle das ruas através de tecnologias de reconhecimento facial, algo que ainda é limitado devido ao fato de ser estático. Caso esse tipo de drone seja equipado com tecnologia de reconhecimento facial, esse pode ser um grande pesadelo para os chineses que já estão insatisfeitos com as medidas de segurança impostas.

Aos poucos, drones começam a ganhar funções variadas com a promesse de nos ajudar no dia a dia, no Estados Unidos, vereadores de Nova York defendem uso de drones para inspecionar construções com a ideia de que prédios com alto risco de acidente poderiam ser verificados 48 horas após uma denúncia.

Fonte: Mashable

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.