Quase! Meteoro
Créditos: Portal Vigília | Entreter-se

Quase! Meteoro "King Kong" passou bem perto da Terra no dia de Natal

A rocha tinha até 28 metros de diâmetro e estava se movendo a 19.800 km/h

O ano está quase no fim, mas todos nós terráqueos poderíamos ter recebido um presente bem grande e assustador no dia de Natal . De acordo com os dados da Nasa, o meteoro chamado 2019 YB1 estava "programado" para passar bem perto da Terra por volta das 11h41 do dia 25 de dezembro.

Pelas estimativas da agência espacial, o 2019 YB1 tinha de 13 a 28 metros de diâmetro. Caso esteja se perguntando o quão grande é isso, temos um exemplo: convertendo o maior diâmetro em valor de circunferência, o tamanho fica entre 40 e 88 metros. Para quem gosta de filmes, o maior King Kong que já apareceu no cinema tinha 100 metros

O meteoro passou a cerca de  993.000 milhas de nosso planeta, o que se converte em 1.598.078,6 quilômetros. Ele estava se movendo a 12.303mph (milhas por hora) ou algo bem próximo dos 19.800 km/h. Mesmo que isso pareça distante para caramba, a Nasa diz que essa "visita" se enquadra como uma abordagem próxima.

Porém,  as chances da rocha atingir o nosso planeta eram bem baixas. A agência espacial dos Estados Unidos descobre cerca de 30 novos "Objetos Próximos à Terra" (NEOs) semanalmente e, no início de 2019, seu catálogo já contava com mais de 19.000 registros. No entanto, esse levantamento ainda não está completo, e a agência deixa isso bem claro.

13/12/2019 às 11:42
Notícia

SpaceX vai levar maconha para a Estação Espacial Internacional

Cientistas querem estudar os efeitos da microgravidade nas plantas da espécie Cannabis

“Especialistas estimam que o impacto de um objeto do tamanho daquele que explodiu em Chelyabinsk, na Rússia, em 2013 - com aproximadamente 17 metros - ocorre uma ou duas vezes por século.  Impactos maiores devem ser muito menos frequentes (na escala de séculos a milênios). No entanto, dada a atual incompletude do catálogo NEO, um impacto imprevisível pode ocorrer a qualquer momento.” - Nasa.

Via: mirror.co.uk
User img

Saori Almeida

Saori Almeida é natural do Rio Grande do Sul, técnica em administração formada pelo Centro Tecnológico de Caxias do Sul (CETEC) e estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Gosta da cultura asiática e nerd no geral e tem interesse crescente por tecnologia e games desde pequena - gosto que se intensifica diariamente na redação.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.

Neurônios biológicos e artificiais conseguem se comunicar através da internet

Neurônios biológicos e artificiais conseguem se comunicar através da internet

Pesquisa pode ser usada para usar IA em partes disfuncionais do cérebro


Cientistas desenvolvem primeira córnea humana feita em uma impressora 3D

Cientistas desenvolvem primeira córnea humana feita em uma impressora 3D

A descoberta pode diminuir a fila de 15 milhões de pacientes que aguardam um doador


Morre aos 101 anos Katherine Johnson, uma das grandes matemáticas da NASA

Morre aos 101 anos Katherine Johnson, uma das grandes matemáticas da NASA

Johnson ganhou fama após ser retratada no filme Estrelas Além do Tempo


Homem morre ao se lançar em foguete caseiro e cair de 1,5km de altura

Homem morre ao se lançar em foguete caseiro e cair de 1,5km de altura

Conhecido como "Mad" Mike Hughes, ele estava tentando provar que a Terra é plana


Universidade cria gafanhoto ciborgue que identifica explosivos

Universidade cria gafanhoto ciborgue que identifica explosivos

Insetos levam consigo mini mochilas detectoras com sinal wireless