Fundadores da Uber vendem mais de 1 bilhão de dólares em ações da empresa
Créditos: InfoMoney | Geek Publicitário

Fundadores da Uber vendem mais de 1 bilhão de dólares em ações da empresa

A Uber não está em bons termos com as autoridades mundiais e suas ações estão em queda livre

Nos últimos tempos, os fundadores da Uber, Travis Kalanick e Garett Camp, não tem mostrado muito apego a sua empresa. O bloquei de ações pós-IPO (Oferta Pública Inicial) da empresa expirou em novembro e, desde então, os dois executivos venderam coletivamente mais de US$1 bilhão em ações. Uma oferta pública inicial de ações é o momento em que a empresa abre seu capital e passa a ser listada na Bolsa de Valores.

16/11/2019 às 17:00
Notícia

Uber sobrevive mesmo com prejuízo de U$1,2 bilhão, mas como?

Para especialistas, os problemas só devem aumentar e a solução não parece simples

Assim que o bloqueio expirou, Kalanick vendeu 20 milhões de ações no valor de US$540 milhões. Na semana seguinte, foram mais seis milhões de ações, aproximando o valor total do seu estoque a um bilhão de dólares estadunidenses.  Além disso, de acordo com os registros da Comissão de Valores Mobiliários, o executivo vendeu 28 milhões de ações da Uber desde o dia 27 de novembro.

A participação de Travis Kalanick na Uber estava perto de 100 milhões de ações antes do fechamento do IPO da empresa. Depois de todas as suas vendas, esse número foi reduzido a 8 milhões.

Na mesma onda, Garett Camp vendeu 510.000 ações da Uber durante a terceira semana de novembro.  De acordo com os detalhes, foram 9,5 milhões de ações desde o dia 18 de novembro, por um valor total de US$51 milhões - isso excluindo ações que deu presente.

Em um contexto geral, as ações da Uber estão em queda livre e a empresa está enfrentando autoridades do mundo todo. Em Londres, por exemplo, ela foi proibida de operar devido a preocupações sobre segurança. Na Alemanha, há suspeitas de que a Uber usa empresas de aluguel de carros para fornecer carona aos usuários e a companhia também está enfrentando escrutínio das autoridades de Nova Jersey quanto à sonegação de impostos. 

Via: wccftech
User img

Saori Almeida

Saori Almeida é natural do Rio Grande do Sul, técnica em administração formada pelo Centro Tecnológico de Caxias do Sul (CETEC) e estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Gosta da cultura asiática e nerd no geral e tem interesse crescente por tecnologia e games desde pequena - gosto que se intensifica diariamente na redação.

PIX: TUDO que você PRECISA SABER

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.