Nova luva inteligente para astronautas pode ser usada na exploração de planetas
Créditos: Haughton-Mars Project

Nova luva inteligente para astronautas pode ser usada na exploração de planetas

Parceiros da NASA já testaram a luva com sucesso na estação de pesquisa Haughton-Mars Project (HMP).

Enquanto os Estados Unidos se preparam para retornar à Lua em preparação para uma viagem a Marte no futuro, cientistas e pesquisadores de todo o mundo estão trabalhando em novas tecnologias que ajudarão os seres humanos a fazer essa viagem. Uma destas novas tecnologias é a nova luva inteligente para astronautas desenvolvida por estudantes da Universidade Norueguesa de Ciência e Tecnologia (NTNU), que pode ser usada durante a exploração de outros planetas.

19/12/2019 às 09:39
Notícia

NASA faz primeiros testes com Rover que vai a Marte em 2020

Veículo ficou 10 horas sob observação e passou em todas as provas

A start-up Ntention, formada por estudantes da NTNU, desenvolveu o design e a tecnologia por trás da nova luva inteligente para astronautas. A NASA planeja retornar à Lua até 2024 como parte do programa Artemis e depois planeja enviar astronautas para Marte. 

Os parceiros da NASA já testaram a luva com sucesso na estação de pesquisa Haughton-Mars Project (HMP). A luva é descrita como um dispositivo inovador para a exploração da Lua e de Marte pelos astronautas.

Ela usa uma interface homem-máquina que permite a comunicação com máquinas usando o corpo. Ela basicamente permite que os astronautas controlem drones ou outros robôs usando gestos.
A nova luva inteligente foi testada no centro de pesquisa da estação HMP da NASA na desabitada Ilha Devon, no Ártico. O local é muitas vezes chamado de Marte na Terra por causa de seu clima ártico severo e é um dos lugares mais parecidos com Marte em nosso planeta. 

Luvas para roupas espaciais são tipicamente resistentes ao movimento e esta resistência torna mais difícil controlar robôs e coletar amostras. A nova luva inteligente pode ajudar a remediar esta limitação com sua sensibilidade ajustável.

A luva tem um microcontrolador interno que pode ler diferentes sensores. Esses sensores podem capturar movimentos sutis da mão e dos dedos do astronauta e, em seguida, transferi-los sem fio para um dispositivo móvel que controla o drone ou outros robôs. Os testes realizados mostraram como o astronauta poderia executar várias tarefas usando a luva inteligente e óculos de realidade aumentada. 

"Os astronautas precisam de trajes espaciais que facilitem a interação com seu ambiente, incluindo a realização de tarefas complexas e delicadas", diz o Dr. Greg Quinn, chefe da Collins Aerospace, que está trabalhando com a NASA no desenvolvimento de futuros trajes espaciais.

A equipe de testes de Devon Island avaliou a tecnologia "Astronaut Smart Glove" através de uma série de testes de campo envolvendo operações remotas de drones. Os astronautas na Lua ou em Marte poderiam usar drones para mapeamento, para coletar amostras que estão fora do alcance dos astronautas, ou para ajudar nas operações de busca e resgate.
 

Continua após a publicidade

Fonte: SlashGear, Norwegian SciTech News
User img

Fabio Rosolen

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.