Estados Unidos está dificultando acesso ao TikTok por questões de segurança
Créditos: Pplware/Reprodução

Estados Unidos está dificultando acesso ao TikTok por questões de segurança

Para driblar a espionagem chinesa, militares do país estão proibidos de utilizar o aplicativo

O governo dos Estados Unidos está de olho no TikTok, o aplicativo com funcionalidades de rede social que permite a criação de vídeos curtos com músicas e outros efeitos. O motivo? A empresa por trás do app é chinesa, algo que não agrada muito alguns dos líderes políticos do país, começando por Donald Trump, presidente do país. Os boicotes ao aplicativo começaram com acusações de que ele também é uma ameaça à segurança do país.

O TikTok teve um crescimento abrupto e grande no ano de 2019, o fato de ter origem chinesa não impediu sua expansão para o Ocidente, onde está sendo visto com maus olhos por algumas pessoas. Ainda assim, ele continua a crescer, desde 2017, o crescimento do aplicativo foi de 1533%, passou de pouco conhecido a obrigatório para quem é viciado em gravar vídeos para redes sociais. Se você não conhece o TikTok, para simplificar, ele gera vídeos semelhantes aos do extinto e antigo Vine.

TikTok nega ter banido usuária por publicar
vídeos sobre campos de concentração na China

A acusação comenta que o aplicativo recolhe os dados dos cidadões norte-americanos e leva envia para a China para uso indevido e fins de espionagem. A partir de agora, militares da Marinha dos Estados Unidos estão impedidos de utilizar o TikTok no celular, o smartphones fornecidos pelos EUA para os seus militares, estão impedidos de instalar o app. Como a suspeita é de espionagem, em caso de guerra, a China estaria a um passo atrás, sem poder utilizar o TikTok para saber dos planos em execução pelos militares dos Estados Unidos. A medida vai além, os militares que forem pegos utilizando TikTok em seu celular, serão expulsos da Intranet da Marinha.

A TikTok não respondeu a acusação e nem tem demonstrado interesse em se defender ou reforçar que é segura, caso o boicote aumente a nível nacional, pode complicar um pouco para a empresa, mas por enquanto não é lá um grande problema.

Fonte: Pplware
User img

Neri Neto

O universo geek faz parte do dia a dia, da vida, deste jornalista. Formado pela Universidade Federal de Santa Catarina, Neri Neto é responsável por conteúdos diversos no Mundo Conectado. Ele adora tecnologia, cinema, games e descobriu ainda na infância que a linguagem dos vídeos seria perfeita para falar de tudo que ama. Neri também fala bastante em terceira pessoa, gosta de descontrair e está sempre nas redes sociais.

O fim do CANAL do RATO BORRACHUDO e o Dilema das Redes Sociais

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.