Pesquisa mostra que 2019 foi o pior ano em falhas de segurança
Créditos: FIA

Pesquisa mostra que 2019 foi o pior ano em falhas de segurança

Número de vulnerabilidades em sistemas cresceu 33% em relação a 2018

A segurança de dados parece ter passado pelo seu pior ano no quesito falhas durante 2019, é o que aponta a pesquisa da Risk Based Security que constatou que o número total de violações aumentou 33% em relação ao ano anterior. De fato, o jornalismo global reportou incansáveis vezes problemas de vulnerabilidade em banco de dados, indo desde senhas fracas como "123456789" até brechas de segurança de grandes instituições.

A pesquisa da Risk Based Security aponta que serviços médicos, varejistas e entidades públicas foram as mais afetadas nesse ano. Foram 5.183 vezes que dados foram violados, totalizando de 7,9 bilhões de registros expostos nessas instituições. A companhia de pesquisa declarou que 2019 foi o "pior ano já registrado" com violações.  

09/09/2019 às 15:38
Notícia

Empresa de segurança descobre 600 mil GPS conectados a rede c...

De acordo com o Avast, os usuários simplesmente não mudaram a senha padrão

Números de passaporte, registros médicos, detalhes de contas bancárias, credenciais de mídia social, números do Seguro Social e muito mais dados pessoais foram vazados durante 2019. Em fevereiro desse ano, mais de 617 milhões de contas de sites e aplicativos como Dubsmash, Armor Games, 500px, Whitepages e ShareThis foram hackeadas e colocadas à venda na dark web. Em abril, 540 milhões de contas do Facebook tiveram seus registros expostos. Em agosto, uma falha de segurança no Google Chrome atingiu 2 bilhões de usuários.

Empresas gigantes como a Adobe também passaram por descuido em 2019. A companhia deixou 7,5 milhões de registros de clientes da Creative Cloud em um banco de dados não seguro. Voltando aos escândalos do Facebook, a rede social deixou vazar dados dos perfis de 100 desenvolvedores de aplicativos. 

05/10/2019 às 08:43
Notícia

Carros com sistemas avançados de segurança precisam melhorar ...

Em um teste simples de travessia, 89% dos veículos falharam

De acordo com a empresa estadunidense de informática IBM (International Business Machines Corporation), o valor de recuperação de dados por parte de empresas que tiveram seus registros expostos pode chegar a US$ 3,92 milhões. Tudo isso incluiria despesas com investigação, controle de danos, reparos, ações judiciais e multas. Esse valor sofreria um reajuste de 12% em cinco anos, ou seja, a cada ano que passa, torna-se mais caro o gerenciamento de crise sobre vulnerabilidade de dados.

Fonte: CNet
User img

Mariela Cancelier

Jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), fui estagiária do Adrenaline/Mundo Conectado entre 2015 e 2017. Gosto de jogos de luta (o que marcou minha infância foi Tekken 4) e MOBAs. Atualmente sou colaboradora de ambos sites e apareço de vez em quando em alguns vídeos e reviews dos canais.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.

Redmi explica a diferença entre o consumo de bateria do 5G e do 4G

Redmi explica a diferença entre o consumo de bateria do 5G e do 4G

Gerente geral da Redmi, Lu Weibing, disse que baterias precisam ser 20% maiores para compensar isso


Vídeo mostra carro da Tesla detectando sinal vermelho e parando sozinho

Vídeo mostra carro da Tesla detectando sinal vermelho e parando sozinho

Função Autopilot dos carros dá mais um passo na direção certa


Correios suspende entregas em SC por sete dias devido ao Coronavírus [+UPDATE]

Correios suspende entregas em SC por sete dias devido ao Coronavírus [+UPDATE]

Estado está em situação de emergência por causa da doença COVID-19


Instituto TIM oferece cursos grátis relacionados a empreendedorismo e games

Instituto TIM oferece cursos grátis relacionados a empreendedorismo e games

Qualquer pessoa pode entrar no site e realizar os cursos pela internet


Uso do forno micro-ondas pode atrapalhar sinal do Wi-Fi na sua casa

Uso do forno micro-ondas pode atrapalhar sinal do Wi-Fi na sua casa

Pesquisa realizada pela Ofcom mostra interferência de eletrodomésticos na sua internet