Congressista questiona Apple e Google sobre vínculos estrangeiros de aplicativos
Créditos: Manilamail.us

Congressista questiona Apple e Google sobre vínculos estrangeiros de aplicativos

A preocupação se deve pelo forte investimento chinês em aplicativos como o TikTok

O congressista norte-americano Stephen Lynch, presidente do Subcomitê de Segurança Nacional dos EUA, enviou cartas ao Google e à Apple questionando sobre exigir que os desenvolvedores de aplicativos móveis divulguem vínculos em potencial no exterior, antes de disponibilizar seus produtos para os usuários norte-americanos.

Em um trecho da carta ele diz: "O Congresso tem a responsabilidade de proteger a privacidade dos cidadãos americanos e a segurança nacional dos Estados Unidos, enquanto entidades e governos estrangeiros investem no avanço econômico e tecnológico. A supervisão deliberada, completa e transparente de aplicativos móveis operados no exterior promove esses objetivos".

Whatsapp

De acordo com a lei dos EUA, os aplicativos móveis podem coletar grandes quantidades de informações pessoais, possivelmente confidenciais, com o consentimento de seus usuários como condição de serviço. Nos Estados Unidos, os dados que os usuários de dispositivos móveis compartilham voluntariamente com aplicativos são protegidos pela Quarta Emenda, que proíbe buscas e apreensões irracionais do governo.

No entanto, quando os aplicativos móveis pertencem, são operados ou desenvolvidos por uma entidade estrangeira, existe o risco de que governos estrangeiros possam acessar essas informações, independentemente de os dados serem armazenados em servidores nos Estados Unidos ou no exterior.

09/12/2019 às 14:36
Notícia

China ordena substituição de PCs e softwares estrangeiros usa...

Medida afeta PCs e softwares estrangeiros usados em escritórios governamentais e instituições públicas

Relatório recente sugerem que empresas e desenvolvedores estrangeiros podem fornecer dados confidenciais para seus governos anfitriões sobre os cidadãos dos EUA por meio de aplicativos móveis, como TikTok, Grindr e FaceApp, criando riscos significativos à segurança nacional. O relatório observa que o Tik Tok está sendo examinado pelo Comitê de Investimentos Estrangeiros nos Estados Unidos (CFIUS).

"Relatórios recentes da imprensa lançaram luz sobre as alegações de que certas empresas e desenvolvedores estrangeiros podem estar fornecendo dados confidenciais sobre cidadãos dos EUA por meio de aplicativos móveis a seus governos anfitriões, criando assim riscos de segurança nacionais significativos. As leis dos EUA permitem que aplicativos móveis coletem grandes quantidades de informações pessoais sobre seus usuários" - Deputado Stephen F. Lynch

 

Continua após a publicidade

O relatório observa que a ByteDance, proprietária da TikTok, tentou distanciar seu aplicativo de muitas de suas operações chinesas após os questionamentos do congressista. Nem a Apple nem o Google comentaram a questão. Você pode conferir a carta enviada às duas empresas, Apple e Google, respectivamente, aqui e aqui.

Fonte: Imore, lynch.house.gov
User img

Jean Oliveira

Conheça o Luna! O novo serviço de STREAMING de JOGOS da Amazon

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.