WhatsApp Business processará quem usar o aplicativo para enviar mensagens em massa

WhatsApp Business processará quem usar o aplicativo para enviar mensagens em massa

Regra entrou em vigor no dia 7 de dezembro

De acordo com a nova regra colocada em vigor no último dia 7, o WhatsApp Business agora processará quem usar o aplicativo para enviar mensagens em massa.

04/04/2019 às 16:09
Notícia

Aplicativo corporativo WhatsApp Business é lançado para iOS

Versão especial do app de chat é pensado para comunicação entre pequenos negócios e clientes

O aplicativo WhatsApp Business e a WhatsApp Business API não foram projetados para enviar mensagens automáticas ou em massa – fazer uso de ambos para isso é uma violação dos Termos de serviço. Além de propagandas, as mensagens em massa podem ser usadas para disseminar notícias falsas e também para disseminar links maliciosos.

Ao utilizar as informações internas da plataforma WhatsApp, detalhadas no artigo técnico disponível aqui no formato PDF, a empresa já identificou e encerrou milhares de contas abusivas operando no serviço.

Em alguns casos, o WhatsApp já chegou a tomar medidas judiciais contra empresas que abusaram da plataforma para envio de mensagens em massa depois que evidências comprovaram o abuso da plataforma para este fim.

WhatsApp Business processará quem usar o aplicativo para enviar mensagens em massa

O comunicado sobre a regra colocada em vigor no último dia 7 diz o seguinte:

“A partir de 7 de dezembro de 2019, o WhatsApp tomará medidas legais contra quem auxiliar terceiros a violarem nossos Termos de serviços com práticas abusivas, como envio de mensagens em massa ou automatizadas, ou com a utilização comercial, mesmo que essas informações sejam disponibilizadas para nós fora da plataforma. As informações fora da plataforma, por exemplo, incluem declarações de empresas sobre a possibilidade de utilizar o WhatsApp de maneira que viola nossos Termos de Serviço. Este texto serve como aviso de que tomaremos medidas jurídicas contra as empresas que abusarem da nossa plataforma se tivermos evidências fora dela desses abusos e se eles continuarem após 7 de dezembro de 2019, ou antes dessa data se essas empresas estiverem ligadas a evidências dentro da plataforma que evidenciem tais práticas.”

Mesmo com a nova regra em vigor, o WhatsApp continuará usando recursos como classificadores baseados em aprendizado de máquina para identificar e banir contas que abusarem da plataforma. O comunicado do WhatsApp pode ser visto na íntegra aqui.

Fonte: TechTudo, WhatsApp
User img

Fabio Rosolen

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.

Sophos alerta contra apps que cobram assinaturas mesmo depois de desinstalados

Sophos alerta contra apps que cobram assinaturas mesmo depois de desinstalados

Aplicativos não podem ser considerados malware ou vírus, mas podem dar prejuízo


TikTok teve mais downloads que Facebook e Messenger em 2019

TikTok teve mais downloads que Facebook e Messenger em 2019

Mais do que 700 milhões de pessoas baixaram o app, de acordo com o site Sensor Tower


Instagram está ocultando imagens editadas com programas como Photoshop

Instagram está ocultando imagens editadas com programas como Photoshop

As fotos são sinalizadas como "informações falsas" e não aparecem nas páginas Explorar e Hashtag


Versão completa do Instagram Web já está no ar para algumas pessoas

Versão completa do Instagram Web já está no ar para algumas pessoas

Site da rede social finalmente recebe todas as funcionalidades do app, incluindo mensagens diretas


Nova interface do Facebook com suporte para modo escuro começa a ser disponibilizada

Nova interface do Facebook com suporte para modo escuro começa a ser disponibilizada

No momento ela está disponível apenas para um número limitado de usuários.