SpaceX estuda revestir satélites Starlink para não atrapalhar a astronomia
Créditos: Spacenews

SpaceX estuda revestir satélites Starlink para não atrapalhar a astronomia

Atualmente 120, empresa pretende lançar cerca de 42 mil satélites para fornecer internet

A SpaceX tem o plano ousado de colocar cerca de 42 mil satélites em órbita para fornecer internet de alta velocidade para todo o planeta, mas há um porém, os cerca de 120 satélites Starlink enviados até agora já estão atrapalhando a observação do espaço aqui da Terra. Para que seja possível continuar com o plano mirabolante tecnológico, a SpaceX está trabalhando em uma maneira de amenizar a luz refletida pelos objetos, conforme comentado por Gwyne Shotwell, presidente chefe de operações da SpaceX.

Polícia de Dubai deve ganhar
reforço do Cybertruck da Tesla

Entre os 60 que devem ir ser lançados no final de dezembro, Shotwell comenta que ao menos será utilizado para testar uma maneira de deixar os satélites menos reflexivos, diminuindo a interferência na observação do espaço.

O satélite receberá um revestimento escuro antes de ser lançado e como a SpaceX tem urgência no seu projeto, quer testar uma área de cobertura de maior relevância até o final do ano, é importante que funciona. Caso isso não dê certo, a empresa terá que correr atrás de algum outra solução, ou isso pode acabar causando uma imagem negativa da companhia entre pesquisadores e empresas do setor.

"Queremos ter certeza de que fazemos a coisa certa para garantir que as pequenas crianças também possam olhar através de telescópios. A astronomia é uma das poucas coisas que deixam as crianças entusiasmadas com o espaço"
Gwyne Shotwell, President Chefe de operações da SpaceX

Apesar de agora ser um problema, Shotwell comenta que isso na verdade não foi previsto por ninguém da comunidade da astronomia. Mesmo com os comentários do chefe de operações da SpaceX, a The Space Reviews reforça que já havia comentado do problema que uma frota tão grande de satélites poderia trazer, algo que parece ter sido ignorado.De qualquer forma, o plano Starlink segue em andamento e deve trazer mais resultados já no início de 2020.

Via: Spacenews

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.

Tesla no Brasil? Ministro estaria negociando fábrica

Tesla no Brasil? Ministro estaria negociando fábrica

Vinda da empresa para cá coincidiria com lei que beneficia veículos elétricos no país


Google Station, programa que disponibiliza Wi-Fi grátis ao redor do mundo, será encerrado

Google Station, programa que disponibiliza Wi-Fi grátis ao redor do mundo, será encerrado

No Brasil, o serviço havia chegado em 2019 nos estados de São Paulo e Ceará


Booster do foguete usado no quinto lançamento de satélites Starlink ficou no oceano

Booster do foguete usado no quinto lançamento de satélites Starlink ficou no oceano

Esse é o quarto impulsionador que a companhia espacial perde no mar


SpaceX lança quinto lote de satélites Starlink

SpaceX lança quinto lote de satélites Starlink

Os 60 satélites foram colocados em órbita pelo foguete Falcon 9


Construtora de Elon Musk avança no sistema de transporte via subsolo em Las Vegas

Construtora de Elon Musk avança no sistema de transporte via subsolo em Las Vegas

Projeto tem o objetivo de criar uma nova via de tráfego na cidade