Intel Horse Ridge pode tornar os computadores quânticos comercialmente viáveis
Créditos: Intel

Intel Horse Ridge pode tornar os computadores quânticos comercialmente viáveis

De acordo com a Intel, o novo chip reduzirá a complexidade do controle e gestão de circuitos quânticos

A Intel anunciou hoje seu novo SoC (System on Chip) batizado como Horse Ridge, em referência a uma das regiões mais frias do estado do Oregon. O chip recebeu este nome por causa da sua função, já que ele será usado para controlar de forma mais eficiente a refrigeração de computadores quânticos.

De acordo com a Intel, o novo chip reduzirá a complexidade do controle e gestão de circuitos quânticos. Ele foi produzido usando a tecnologia FinFET 22nm da Intel em colaboração com os parceiros de pesquisa da Intel na QuTech.

De acordo com a Intel, o novo chip reduzirá a complexidade do controle e gestão de circuitos quânticos.

O novo chip Intel Horse Ridge terá como alvo o que a empresa acredita ser um grande obstáculo na estrada para a computação quântica comercialmente viável - controles eletrônicos e interconexões.

O Horse Ridge é um SoC altamente integrado, de sinal misto, que traz os controles de qubits (bits quânticos) para o refrigerador quântico – deixando-os o mais próximo possível dos próprios qubits. Ele efetivamente reduz a complexidade da engenharia de controle quântico de centenas de cabos que entram e saem de um refrigerador para um único pacote unificado operando perto do dispositivo quântico.

Intel Horse Ridge pode tornar os computadores quânticos comercialmente viáveis

O SoC atuará como um processador de radiofrequência e, assim, simplificar o controle de múltiplos qubits dentro do refrigerador criogênico. O Horse Ridge é programado com instruções que correspondem às operações básicas de qubits. Ele traduz essas instruções em pulsos de microondas eletromagnéticas que podem manipular o estado dos qubits.

03/12/2019 às 14:12
Notícia

Amazon lança serviço de computação quântica na nuvem

Amazon Braket está disponível através da plataforma de computação em nuvem Amazon Web Services

Atualmente, um componente vital de um computador quântico é um refrigerador capaz de manter os qubits operando em temperaturas próximas do zero absoluto - 0K (zero na escala Kelvin) ou -273,15 graus Celsius. No caso dos silicon spin qubits, que é no que a Intel está trabalhando, eles possuem certas propriedades que podem permitir que eles funcionem em temperaturas próximas a 1K ou -272,15 graus Celsius.

Assim, o objetivo da Intel com Horse Ridge é operar controles criogênicos e silicon spin qubits na mesma temperatura. Isto ajudará a reduzir as necessidades de refrigeração para computadores quânticos. Consequentemente, este seria um passo na direção certa para lidar com um dos maiores obstáculos para tornar a computação quântica comercialmente viável.

Fonte: Neowin.net, Intel
User img

Fabio Rosolen

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.

Qualcomm e Microsoft se unem por PCs Sempre Conectados, trazendo novo desafio para a Intel

Qualcomm e Microsoft se unem por PCs Sempre Conectados, trazendo novo desafio para a Intel

Nova categoria de notebooks promete design fino, leve, com grande duração de bateria, sempre ligado / conectado a internet


Notebooks com tela dobrável da Intel e mini PC NUC 9 de alto desempenho!

Notebooks com tela dobrável da Intel e mini PC NUC 9 de alto desempenho!

Os produtos apresentados durante a CES 2020 prometem boas novidades para o mercado em 2021


Intel anuncia padrão Thunderbolt 4 com a mesma velocidade do Thunderbolt 3

Intel anuncia padrão Thunderbolt 4 com a mesma velocidade do Thunderbolt 3

Nova versão da interface chegará junto com a família Tiger Lake de processadores


Intel Horseshoe Bend é o primeiro notebook com tela dobrável – 12,5 para 17,3 polegadas

Intel Horseshoe Bend é o primeiro notebook com tela dobrável – 12,5 para 17,3 polegadas

Máquina pode chegar às prateleiras em 2021 se a Intel convencer fabricantes com o protótipo


Cientistas teleportam dados entre dois chips via entrelaçamento quântico

Cientistas teleportam dados entre dois chips via entrelaçamento quântico

Pesquisadores abrem caminho para comunicação mais rápida que a velocidade da luz