Cientistas instalam alto-falantes no fundo do mar para repopular recifes danificados
Créditos: Harry Harding/University of Bristol

Cientistas instalam alto-falantes no fundo do mar para repopular recifes danificados

A pesquisa mostrou que os sons saudáveis podem atrair peixes jovens

Os grandes recifes de corais são uma das paisagens que mais sofrem com o aquecimento das águas. Para diminuir esse impacto, cientistas da Universidade de Exeter no Reino Unido e parceiros, começaram a desenvolver pesquisas com alto-falantes subaquáticos na Austrália, para restabelecer o ambiente sonoro marinho saudável. Segundo os cientistas, isso vai fazer com que peixes mais jovens façam a sua mudança para os corais danificados, repopulando a área e recuperando os danos aos poucos.

Publicação oficial sobre o estudo - Universidade de Exeter
Estudo publicado em Nature Communications

18/11/2019 às 19:00
Notícia

Cientistas planejam utilizar montanhas para gerar eletricidade

Fluxo de ar e sistema de pressão garantem o funcionamento da tecnologia desenvolvida

A Grande Barreira de Corais da Austrália já apresenta grandes impactos devido a poluição e aquecimento das águas, além da pesca excessiva. Para tentar encontrar uma solução para esse problema, a Universidade de Exeter se juntou com a Universidade de Bristol, com a James Cook University da Austrália e também com o Instituto Australiano de Ciência Marinha.

As pesquisas realizadas na área mostraram que o silêncio dos recifes de coral danificados não são muito atraentes para os peixes, o que está auxiliando para que eles fiquem afastados e não repopulem a área. Como sem animais não há sons, os cientistas tentaram apostar em uma solução artificial. Os cientistas instalaram alto-falantes subaquáticos, que reproduzem sons captados em recifes saudáveis. 

“Os recifes de coral saudáveis são lugares notavelmente barulhentos - o estalo de camarões quebrados e os gritos e grunhidos de peixe se combinam para formar uma deslumbrante paisagem sonora biológica. Os peixes juvenis percebem esses sons quando procuram um lugar para se instalar ” - Steve Simpson, Professor da Universidade de Exeter e autor do projeto

Os primeiros testes realizados pelos cientistas ocorreram conforme o planejado. Já pode se observar a migração de peixes jovens para os lugares onde os corais estão mais danificados, que era o principal objetivo dos alto-falantes. Isso demonstra que o experimento está dando certo.

"O estudo constatou que a transmissão de sons saudáveis de recifes dobrou o número total de peixes que chegam a áreas experimentais de habitat de recifes, além de aumentar o número de espécies presentes em 50%" - Comunicado oficial da Universidade de Exeter

O estudo está acontecendo há seis semanas, os pesquisadores ainda estão avaliando a funcionalidade do projeto a longo prazo. De qualquer forma, essa linha de estudo pode ser útil para outros cientistas ao redor do mundo que testam outras soluções para a reconstrução de uma vida marinha saudável. Para acessar a pesquisa completa, acesse este link.

Via: CNET Fonte: University of Exeter, Nature Communications
User img

Ana Luiza Pedroso

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.

Galaxy Fold tem todas as unidades vendidas no Brasil nas primeiras 24 horas

Galaxy Fold tem todas as unidades vendidas no Brasil nas primeiras 24 horas

O dispositivo é o primeiro smartphone dobrável vendido no Brasil pelo preço de R$12.999


Google ajuda Janelia Research Campus em novo marco no mapeamento de neurônios

Google ajuda Janelia Research Campus em novo marco no mapeamento de neurônios

Modelo com 25.000 neurônios de uma mosca é o maior e mais completo já feito


Amazon entra na justiça para pausar negociações do acordo JEDI com a Microsoft

Amazon entra na justiça para pausar negociações do acordo JEDI com a Microsoft

A empresa afirma que a escolha foi baseada em interferência política e favoritismo


Toyota faz investimento milionário em empresa de táxi aéreo Joby

Toyota faz investimento milionário em empresa de táxi aéreo Joby

Foram investidos U$394 milhões para garantir a fabricação de táxis aéreos elétricos


Engenheiro cria super câmera que pode tirar fotos até de neurônios funcionando

Engenheiro cria super câmera que pode tirar fotos até de neurônios funcionando

Dispositivo também consegue capturar imagem de objetos transparentes