Cientistas instalam alto-falantes no fundo do mar para repopular recifes danificados
Créditos: Harry Harding/University of Bristol

Cientistas instalam alto-falantes no fundo do mar para repopular recifes danificados

A pesquisa mostrou que os sons saudáveis podem atrair peixes jovens

Os grandes recifes de corais são uma das paisagens que mais sofrem com o aquecimento das águas. Para diminuir esse impacto, cientistas da Universidade de Exeter no Reino Unido e parceiros, começaram a desenvolver pesquisas com alto-falantes subaquáticos na Austrália, para restabelecer o ambiente sonoro marinho saudável. Segundo os cientistas, isso vai fazer com que peixes mais jovens façam a sua mudança para os corais danificados, repopulando a área e recuperando os danos aos poucos.

Publicação oficial sobre o estudo - Universidade de Exeter
Estudo publicado em Nature Communications

18/11/2019 às 19:00
Notícia

Cientistas planejam utilizar montanhas para gerar eletricidade

Fluxo de ar e sistema de pressão garantem o funcionamento da tecnologia desenvolvida

A Grande Barreira de Corais da Austrália já apresenta grandes impactos devido a poluição e aquecimento das águas, além da pesca excessiva. Para tentar encontrar uma solução para esse problema, a Universidade de Exeter se juntou com a Universidade de Bristol, com a James Cook University da Austrália e também com o Instituto Australiano de Ciência Marinha.

As pesquisas realizadas na área mostraram que o silêncio dos recifes de coral danificados não são muito atraentes para os peixes, o que está auxiliando para que eles fiquem afastados e não repopulem a área. Como sem animais não há sons, os cientistas tentaram apostar em uma solução artificial. Os cientistas instalaram alto-falantes subaquáticos, que reproduzem sons captados em recifes saudáveis. 

Os primeiros testes realizados pelos cientistas ocorreram conforme o planejado. Já pode se observar a migração de peixes jovens para os lugares onde os corais estão mais danificados, que era o principal objetivo dos alto-falantes. Isso demonstra que o experimento está dando certo.

O estudo está acontecendo há seis semanas, os pesquisadores ainda estão avaliando a funcionalidade do projeto a longo prazo. De qualquer forma, essa linha de estudo pode ser útil para outros cientistas ao redor do mundo que testam outras soluções para a reconstrução de uma vida marinha saudável. Para acessar a pesquisa completa, acesse este link.

Via: CNET Fonte: University of Exeter, Nature Communications
User img

Ana Luiza Pedroso

Ana Luíza é técnica em informática formada pelo Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) e graduanda de Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Compõe o quadro de estagiários do Adrenaline e Mundo Conectado desde 2018, publicando notícias. Aprende muito todos os dias sobre o universo de hardware, games e tecnologia.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.

Espelho inteligente Forme Life é a nova solução para se exercitar na quarentena

Espelho inteligente Forme Life é a nova solução para se exercitar na quarentena

Gadget vem com um sistema de treinamento baseado em pesos e funções para acompanhar seu exercício


Resultados de testes do COVID-19 também serão entregues via smartphone

Resultados de testes do COVID-19 também serão entregues via smartphone

Ministério da Saúde está investindo no aplicativo Coronavírus-SUS, que tem atendimento automático, informações verificadas, alertas de surtos e mais


Feiyu Pocket chega com câmera 4K60fps para brigar com DJI OSMO Pocket

Feiyu Pocket chega com câmera 4K60fps para brigar com DJI OSMO Pocket

Gadget também é mais barato e traz algumas diferenças importantes de seu concorrente


Quarentena em todo o mundo muda movimentação da crosta terrestre

Quarentena em todo o mundo muda movimentação da crosta terrestre

Geocientistas se aproveitam de diminuição do ruído sísmico para coletar dados mais precisos


Samsung deve lançar nova câmera mirrorless NX Ultra de 108MP com sistema Android

Samsung deve lançar nova câmera mirrorless NX Ultra de 108MP com sistema Android

Modelo traria lentes intercambiáveis e usaria mesmo sensor do Galaxy S20 Ultra