Pesquisadores utilizam drones para monitorar mamíferos ameaçados de extinção
Créditos: AWC

Pesquisadores utilizam drones para monitorar mamíferos ameaçados de extinção

O grupo AWC na Austrália conta com a ajuda de uma aeronave da DJI equipada com uma câmera termográfica

A AWC, equipe de preservação da vida selvagem na Austrália, passou a utilizar drones equipados com câmeras termográficas para fazer o estudo de animais ameaçados de extinção. O local de estudo e preservação é uma ilha, chamada de Faure Island Wildlife Sanctuary, e com as condições ideias para o desenvolvimento das especies monitoradas: Burrowing Bettong (Bettongia lesueur), Banded Hare-wallaby (Lagostrophus fasciatus), Western Barred Bandicoot (Shark Bay Bandicoot) (Perameles bougainville) and Shark Bay Mouse (Pseudomys fieldi). Confira abaixo o vídeo em que o grupo comenta a utilização da nova tecnologia e explica como é feito o trabalho.

O trabalho realizado com o drone é necessário para ter a estimativa correta da população dos animais inseridos na região, desta maneira o controle fica mais efetivo, tornando possível o planejamento futuro de remanejamento dessas espécies. Sem o auxílio da aeronave, com a mata densa e os animais se escondendo, fica muito difícil conseguir fazer a previsão correta.

Os testes com drones começaram em junho de 2019 e se estenderam ao longo do ano. Agora está sendo utilizado um DJI M210 equipado com a câmera termográfica FLIR XT2 capaz de fazer capturas também em RGB. A utilização durante as patrulhas também forneceu dados sobre os hábitos dos animais e identificar como reagem à presença humana. Segundo os pesquisadores, é possível notar curiosidade das pequenas espécies, com alguns pequenos grupos seguindo a patrulha.

Via: Suas News Fonte: AWC

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.